Nem tudo havia dado errado
Written by: Mary Helen
Beta-Reader: Renatinha.



Naqueles dias andava pensativo, calado e várias vezes os outros McGuys o pegavam olhando pro nada.
Ele estava cansado das pessoas o bajulando e das groupies que se jogavam em cima dele.
Mal podia esperar que naquela manhã, aparentemente normal, as coisas mudariam, ou só voltariam ao normal?

*7 da manhã*

Trim Trim (n/a: isso é o despertador tah?)
- Caramba – Falou –, 'tô atrasado!
O saiu de casa correndo, estava atrasado quando ele esbarrou com AQUELA garota na calçada.

*7 da manhã casa ao lado da do *

Trrim Trim Trim (n/a: adivinha o q éééé?)
- Eita coisa irritante – Gritou jogando o despertador na parede – 'Tô atrasada, shit.
Se arrumou e desceu correndo, esquentou seu starbuck no microondas e desceu correndo, tinha eu pegar o metrô e estava ameaçando a chover.
Foi quando ELE esbarrou em mim.


*O acidente*

- Caramba, minha blusa branca. – Reclamou .
- Nossa... Me desculpa – Se desesperou .
e haviam se chocado, fazendo que o café que a garoto carregava voar na blusa branca da mesma.
Para completar começou a chover.

*Primeiro round*

- Era o que eu precisava! Em jejum, atrasada, suja e molhada. - Esbravejou .
- Tá, né garota! E o que eu tenho haver com isso? Minha vida também não é um mar de rosas
- Sua vida deve ser muito difícil mesmo – Falou irônica – Um rockstar famoso com várias pessoas te bajulando e as garotas aos seus pés, que difícil.


*Segundo round*

- Porra, quem você 'tá pensando que é, garota?! – Disse com a voz embargada pelas lágrimas – Você acha que eu gosto de ser paparicado pelos outros? Ser cercado por garotas que querem minha fama e meu dinheiro? Não, você não sabe como é ser eu (n/a: momento welcome to my life).
- Desculpa – Susurrou envergonhada, levantou a mão e limpou a bochecha do garoto – Desculpa, mesmo!

*Terceiro round, a decisão*

- Tá é que sabe eu 'tô cansado da vida que eu to levando – Ela o abraçou.
- Se te serve de consolo, por que você não pensa nas pessoas que você alegra e salva com suas músicas?
- Talvez elas não sejam tudo isso, nada mais do que palavras – Disse olhando nos olhos da menina.
- Não, elas não são só palavras, elas são sentimentos, e emocionam as pessoas.
- Elas te emocionam? - Perguntou o garoto pegando pela cintura com a testa encostada na dela.
- Sim, muito.
-Te amo.
- Também te amo! Feliz aniversário de um ano de namoro, .
- Pra você também princesa.
Algumas pessoas que passavam na rua comentavam o quanto aquele casal que se beijava na chuva se amava.
- ?
- Hmm?
- Isso não muda o fato eu você manchou minha blusa branca.
- – Reclamou –, não corta o clima.
-Tá, tá, só tava falando. – Respondeu rindo fraco e partindo para outro beijo apaixonado.


FIM.



comments powered by Disqus