Fanfic finalizada

Capítulo Único

Novembro de 2011, Nova Iorque, Estados Unidos

Querida Ana,

Primeiramente, me prometa que não irá contar nada disso para mamãe. Ela provavelmente perderia todos os cabelos que lhe restam.
Segundamente; por que eu não lhes dei ouvido quando falaram que eu não devia ficar com ele?
Quando todos me alertaram sobre o tipo de pessoa que era, eu não tinha nenhum motivo para acreditar no que diziam. Como uma pessoa que me enviava flores no meu trabalho e aparecia na porta do seu apartamento às duas da manhã durante uma crise de TPM poderia parecer um completo canalha? Nenhuma relação é capaz de durar mais que dois meses com ele, pois este foi o exato tempo que ele levou para revelar-se.
Se ele está acostumado em fazer um rodízio de mulheres em sua cama ou sussurrar mentiras nos ouvidos de cada uma delas, o problema é dele, mas eu preferia que ele não tivesse me envolvido nisso… Ele brincou com meu corpo, mas principalmente o meu coração por inúmeras vezes…
Deixe-me contar-lhe direito a história que me afastou das cartas pelos últimos tempos…
Eu o conheci em uma entrevista que fiz para a revista na qual trabalhava (sim, explicarei mais para frente). O “super conhecido, mega famoso ator ”, e eu apenas a “bela jornalista”, de acordo com as suas próprias palavras. Só isso.
Tudo bem, não é só isso… Ter minha própria coluna na segunda revista mais vendida de NYC me trouxe certo prestígio também…
No final da entrevista, ele me pediu meu número. Dois dias mais tarde, começamos a sair. Só que as coisas evoluíram rápido demais. Eu não tinha tempo para sequer escrever aqui, estava ocupada demais entre um encontro e outro e várias mensagens de texto.
Perdi a conta de quantas vezes eu vi na “minha” própria revista fotos nossas, que os fotógrafos da empresa tiravam. E a editora chefe publicava como se eu fosse uma ninguém. Tudo porque, de certa forma, eu estava mais uma vez ajudando a empresa a fazer dinheiro.
Há algumas semanas ele me disse que me amava, mas ainda não consigo compreender se foi uma pena que eu não tenha falado “eu também te amo” ou se foi sorte a minha. Ele foi muito importante para os meus sentimentos. Há um vazio que ele deixou, mas acho que logo vai passar. Enquanto eu estava com ele, era tudo perfeito, maravilhoso, parecia outro mundo. Arrisco dizer que era meu País das Maravilhas particular.
O pior de tudo eram as más línguas. Ninguém aprovava o fato que saía com uma jornalista, por mais renomada e independente que ela fosse. Talvez esse fosse o problema, talvez queriam uma boneca de porcelana, algo irreal. Queriam ele com a parceira de elenco do seu seriado, mas ele sempre me disse que não gostava dela, que eu não devia me preocupar com a opinião pública. Era difícil, minha profissão envolve exatamente preocupar com a recepção dos leitores. Ele afirmava com tanta segurança que eu não deveria perturbar-me com aquilo, afinal ela muito metida, que eu era tudo para ele. Ela é uma princesa, isso sim. Nova, linda, tem um corpo de modelo e tudo que atrai homem, menos intelecto. Não faz mal, eu sei que não vai durar muito. Nunca dura. Ela nunca vai ser capaz de amá-lo como eu seria, mas foi bom ter acordado.
A cada dia que passava, as pessoas falavam mais e mais. Minha chefe simplesmente pediu outra colunista para falar mal de mim. Talvez ela não contasse com o fato que ela fosse minha amiga e me contou no mesmo instante. Não era qualquer pessoa que dizia “não” para a editora-chefe, a pobre coitada estava trêmula com medo de perder o emprego! O que eu fiz? Contei para Joseph, o dono da revista (que por sinal chegamos a sair juntos algumas vezes, conhecemos os apartamentos um do outro…) e o que ele fez? Falou que eu já estava manchando a reputação da empresa, e que estava pensando em me demitir por isso, mas que se ele fizesse, seria a pior decisão da vida e que eu poderia lhe dar problemas jurídicos. Acabei me demitindo alguns dias mais tarde. Não aguentava mais trabalhar ali. O clima estava péssimo e todos me julgavam pelas costas.
Um belo dia da semana passada, o correio deixou minha cópia da minha ex-revista debaixo da porta, eu havia esquecido de cancelar a assinatura. Adivinha quem era a capa? Ele mesmo, . Acompanhado de quem? Sim! A colega de elenco aquela qual eu jamais deveria ter me preocupado. Eles faziam questão de mostrar que o “ilustre ” tinha seguido em frente, enquanto eu estava 1- desempregada, 2- com a carreira manchada, 3- sendo apelidada de “vadia aproveitadora” e 4- solteira sem sequer ter recebido nenhum aviso prévio do término. Meu aviso havia sido pela mídia.
As palavras que escreveram sobre eram as da pior espécie. Quem no país quer me dar emprego agora? Ninguém é trouxa o suficiente, já talvez eu acabe com a imagem da revista deles também. Jornais? Há! Nem sei o que são. Ao ouvirem meu nome, desligam o telefone na minha cara. Meus emails não são retornados. Nunca vou conseguir uma entrevista de emprego.
Com todas essas “novas aquisições”, decidi que é hora de voltar para casa. Pro meu querido Brasil. Aqui nunca foi meu lugar. Sinto falta de você e da mamãe. Preciso de colo e um tempo desligada de tanto veneno aí no sítio com vocês. Assim que tiver comprado meu voo de volta te enviarei outra carta com os detalhes.
Te amo, não cresça tanto sem que eu possa vê-la.

Beijos da sua irmãzona.


Março de 2012, São Paulo, Brasil

Querida Ana,

O emprego novo é incrível. Tudo bem que a revista não é tão grande quanto a de NYC, mas isso é o de menos. A equipe da redação é maravilhosa e todos são ótimos colegas. Quanta diferença de Nova Iorque. Sinto que realmente somos uma equipe, sabe? As pessoas preocupam com você e não há uma competitividade constante. As pessoas aqui são muito calorosas, havia sentido falta disso.
Como vai a nova escola? Já fez novas amigas?
Também sinto falta dos dias que passei com você e mamãe aí em casa. Assim que tiver uma folga, prometo que irei voltar, afinal, agora estou muito mais perto. Adorei a notícia de que agora que vocês têm sinal de internet por aí. Vou comprar um celular de presente para você em breve, assim que eu juntar um dinheirinho.
Mudando de assunto, sabe quem esteve aqui na cidade semana passada? Sim, ele mesmo, . Ele veio divulgar seu novo filme, e por coincidência acabei entrevistando-o novamente. Foi meio estranho no começo, e como eu tinha previsto, ele já não estava mais com sua boneca de porcelana. Entretanto, eles duraram um mês a mais que nós dois.
O melhor de tudo foi a sensação de poder dar-lhe o troco. Tivemos uma noite de recaída e prometi para ele que deixaria meu namorado e que tentaria novamente encontrar um emprego em NYC para voltar pra lá, para ele. Prometi que não iríamos perder contato, que estávamos apenas uma ligação de Skype de distância.
Eu menti.
Não atendi e nem vou atender nenhuma de suas chamadas.
O melhor de tudo? Não existe namorado nenhum. Foi tudo uma mentira e ele caiu feito um patinho. QUEM ESTÁ RINDO AGORA?
Amo você, por favor não cresça tão corrompida quanto eu. Jamais vá à Nova Iorque. Vá à Disney!

Beijos, sua favorita.


Fim



Nota da autora: Sem nota.

REDES SOCIAIS
DA AUTORA

OUTRAS FANFICS
EM ANDAMENTO
Best Nanny Ever {Brooklyn Beckham - Restrita}
Hearts Like Wildflowers {Tom Hiddleston}
Summer Blessings {Henry Cavill}

FINALIZADA
Vide {Outros - Restrita}

MIXTAPE
Mixtape: You've Got A Friend In Me {Awesome Mix: Vol 7 “Disney”}

FICSTAPES
01. Best Song Ever {Midnight Memories, One Direction - Restrita}
02. Last Friday Night {Teenage Dream, Katy Perry}
02. Rumour Has It {21, Adele}
02. Send My Love (To Your New Lover) {25, Adele}
02. Story of My Life {Midnight Memories, One Direction}
02. Who's That Boy {Unbroken, Demi Lovato}
03. Eyes Closed {Hopeless Fountain Kingdom, Halsey - Restrita}
04. Neon Lights {DEMI, Demi Lovato}
05. Run Wild {24/Seven, Big Time Rush}
05. Unconditionally {Prism, Katy Perry}
06. Nightingale {DEMI, Demi Lovato}
07. Fearless {Fearless, Taylor Swift - Restrita}
08. Confetti Falling {24/Seven, Big Time Rush}
08. Forget Forever {For You, Selena Gomez}
08. Happily {Midnight Memories, One Direction}
08. Never Grow Up {Speak Now, Taylor Swift}
09. Olivia {Made in the A.M., One Direction - Restrita}
10. A Year Without Rain {For You, Selena Gomez}
10. Escape (The Piña Colada Song) {Awesome Mix Vol. 1}
10. Give Your Heart a Break {Unbroken, Demi Lovato}
11. Witchcraft {Fifty Shades of Grey - Restrita}
11. You're Not Alone {Elevate, Big Time Rush}
15. Young God {Badlands, Halsey - Restrita}
17. Last Dance {Dua Lipa, Dua Lipa}
17. Superman {Speak Now, Taylor Swift - Restrita}
18. The Best Day {Fearless, Taylor Swift}

ESPECIAIS DE BEST NANNY EVER
Especial de Natal
If Every Day Was Christmas {Outros - Shortfic}
Especial do Oliver
02. Castle on the Hill {Divide, Ed Sheeran}
Especial da Grace
03. Eyes Closed {Hopeless Fountain Kingdom, Halsey - Restrita}
Especiais da Brittany
02. Last Friday Night {Teenage Dream, Katy Perry}
08. Confetti Falling {24/Seven, Big Time Rush}
11. You're Not Alone {Elevate, Big Time Rush}
Especial da Olivia
08. Forget Forever {For You, Selena Gomez}
Especial de Ano Novo
09. Olivia {Made in the A.M., One Direction - Restrita}
Crossover com American Boy, da Mandie
15. Young God {Badlands, Halsey - Restrita}

ESPECIAIS DE VIDE
Especial da Elena
06. Nightingale {DEMI, Demi Lovato}
Especial do Benjamin
08. Never Grow Up {Speak Now, Taylor Swift}
Vide 2 (Parte I)
18. The Best Day {Fearless, Taylor Swift}


Qualquer erro nessa fanfic ou reclamações, somente no e-mail.


comments powered by Disqus