Ela se perdeu em meio a escuridão. A vida não tinha mais cor. Desde que seus pais morreram, foi como se ela tivesse ido com eles.
Não existia mais motivos para continuar, não daquela forma. Como uma garota tão viva pôde ter uma morte tão dolorosa? Sim, ela morreu da pior maneira, morreu por dentro. Fora jogada as portas do inferno, mas não queria ser salva.
Ele, um dos maiores e melhores psicólogos de toda Londres se via no dever de ajudar aquela pobre alma. Mas o que aconteceria se sua própria alma fosse puxada pelos demônios?
Ele não esperava por aquilo, na verdade, ninguém esperava, mas lá estava ele, apaixonado pela garota que tinha tantos problemas que enxergava o mundo como o próprio inferno

Escrita por: Aline Gonçalves
Betada por: Nataly S. (Até o Capítulo 15 betada por Mayh Angeli)

Capítulos 01 ao 18

E não era. Realmente não era. A dor que a ação anterior gerara, doera, mas já estava passando. A garota queria algo mais prolongado, algo que ela sentisse várias vezes durante o dia. Algo que a machucasse mais. Algo que lhe castigasse e continuasse castigando sempre, mesmo não provocando a atitude. Ela queria alguma coisa que pesasse em seu corpo. Algo que a penalizasse por ter tirado a vida de seus pais. Algo que magoasse seu corpo mais do que seu coração magoado estava. Algo que doesse. Que ferisse. Que rasgasse... Que sangrasse.

Leia

Capítulos 19 em diante.

Prenda a respiração! – A voz elevada denunciava todo o seu nervosismo. Suas mãos estavam segurando o rosto dela, mantendo seus olhos fixos. Ele precisava encontrar uma forma de fazer com que ela prendesse a respiração. Ela não aguentaria mais um segundo daquela forma. A chamou pela ultima vez, antes de uma ideia completamente louca passar por sua cabeça. Invadido por uma onda de determinação, o psicólogo aproximou rapidamente seu rosto do dela e a beijou.

Leia