Contador:
Última atualização: 29/06/2020

Prólogo

segurava o copo de whisky com a mão direita e permanecia apoiado na parede do local de modo mais afastado do resto das pessoas e consideravelmente perto do bar. Não curtia aqueles eventos luxuosos, elegantes e enormes – principalmente os que envolviam moda –, mas desde que começou o contrato com a Hugo Boss, tornou-se praticamente obrigado a participar deles.
Não compreendia o verdadeiro motivo de precisar marcar presença em um desfile da Victoria Secrets – além da visibilidade midiática, que ele julgava completamente desnecessária –, mas não negava que passou boa parte do desfile entretido com as Angels. As modelos honravam completamente o apelido que lhes fora dado e assistir aquele desfile não era nenhum sacrilégio, pelo contrário, o cantor tinha arrumado ótimas distrações.
Já tinha cumprimentado alguns conhecidos, mas permanecia sozinho no seu canto encarando o grande salão onde ocorria o after do desfile. Deu um gole na bebida e passou os olhos pelas poucas faces que estavam em seu campo de visão, prendendo a atenção em um rosto poucos segundos depois.
Fixou o olhar no rosto feminino e angelical que o encarava, não contendo um sorriso malicioso conforme analisava a beleza da modelo que o fitava de forma interessada. Analisou cada parte do corpo bem definido devido ao vestido longo e colado que a modelo trajava e lembrou-se vagamente da mulher desfilando sobre a passarela, aumentando ainda mais o sorriso malicioso.
Retornou a fixar o olhar no rosto feminino que o encarava de modo interrogativo e com um sorriso singelo no canto dos lábios, notando apenas naquele instante a presença masculina postada ao lado da modelo. Arqueou a sobrancelha de modo sugestivo ao notar que a mulher não parecia estar satisfeita com o homem ao seu lado. Afastou esse pensamento da mente e direcionou o copo – por poucos milímetros – para frente, de forma que parecesse estar inclinando-o na direção da mulher que o encarava tão fixamente.
molhou os lábios com a ponta da língua e piscou de modo sedutor na direção do cantor. Aquela troca intensa de olhares era o que a impedia de rolar os olhos a cada vez que ouvia outra pergunta direcionada a si, estava farta da companhia que permanecia parada ao seu lado. Carter era um cara legal, mas talvez esse fosse o problema. Ele era demasiadamente legal e isso estava começando a irritá-la profundamente.
Estava ao seu lado a noite inteira – desde que saiu do backstage, já devidamente vestida para o after – e então permaneceu a acompanhando e questionando sobre a rotina e outras diversas coisas que ao menos se deu o trabalho de prestar atenção. Ela curtia a relação que tinha com Carter, mas sabia que tinham chego no momento que ela sempre odiava.
Não estava mais confortável ao lado do homem, sabia que ele já estava começando a gostar dela e aquela era a única regra de sempre que se envolvia amorosamente com alguém: não deveriam nutrir sentimentos. Não sentia-se emocionalmente pronta para um relacionamento sério e nem desejava um, mas a cada vez que Carter abria a boca instigando-a falar e insinuando algo mais sério do que os breves encontros que possuíam, chegava a conclusão de que ele simplesmente não sabia do que ela gostava e que, provavelmente, não lembrava do que tinham conversado logo que começaram a se envolver.
? – o tom de voz levemente mais alto de Carter fez com que ela cortasse a troca de olhares com .
Piscou atônita por breves segundos e virou o rosto na direção do homem que a encarava com o cenho franzido. Abriu o seu melhor sorriso e tocou sutilmente o ombro de Carter, mantendo a mão ali e ignorando o olhar de que ainda queimava seu corpo e a fazia sentir algo que já não sentia mais com Carter.
Libido.
De forma tão bruta e avassaladora, que apenas o simples olhar de fixo em suas costas fazia com que todos os seus pelos se eriçassem ao mesmo tempo que sua mente fantasiava em como seria a sensação de ter as mãos tatuadas do cantor percorrendo todo o seu corpo enquanto a fazia atingir o ápice.




Continua...



Nota da autora: Sigo com mais uma história para esse especial e preciso dizer que a autora que escreve isto aqui está surtando, pois, essa história deveria ser uma short, mas o roteiro me obrigou a escrever uma long já que eu não poderia ficar sem escrever uma estória baseada em Temporary Fix. Sem contar as últimas fotos de , ele está um homão da porra e eu PRECISAVA escrever algumas histórias com ele haha. Espero que vocês gostem e não esqueçam de deixar um comentário motivando a autora!




Grupo do Face:


Leia também:
Águas Traiçoeiras [Restritas – Originais – Em Andamento]
Are You The One? [Restritas – Originais – Em Andamento]




Lembrando que qualquer erro nessa atualização e reclamações somente no e-mail.
Para saber quando essa fic vai atualizar, acompanhe aqui.


comments powered by Disqus