Após o apocalipse, os sobreviventes seguiram com suas vidas numa tentativa bem sucedida de escaparem daquilo que outrora foi considerado realidade.
Mas não durou muito tempo.
Durante um ataque contra sua então família, Dean descobriu que seu irmão voltou do inferno, e que junto de seu avô, tem continuado com a caçada. Surpreso e dividido entre o novo e aquilo que viveu durante toda sua vida, o Winchester volta ao trabalho mesmo que temporariamente. Tudo para proteger Lisa e Ben. E foi neste intuito que, por coincidência, os irmãos acabam esbarrando com as irmãs. Entretanto, a vida não queria apenas um reencontro.
Por questões que envolviam o trabalho, e por uma leve pressão do destino, os quatro são obrigados a se juntarem. Mas conforme se envolviam com a caçada, Dean percebia que Sam estava diferente. E uma descoberta sobre o caçula faz com que todos os envolvidos entrassem num caminho que, omitir e disfarçar tornariam as coisas mais fáceis de encarar.


Escrita e revisada por: RayB.

Prólogo ao Capítulo 12

Passou pela sala, depois pelo escritório e foi até a cozinha. Estava prestes a abrir a geladeira quando ouviu Bobby conversar com alguém que tinha uma voz um tanto quanto conhecida.
Deu as costas no mesmo instante, e estava voltando para os fundos da casa quando percebeu que Dean havia entrado na casa, soltando um “ah, você tem visitas”, um tanto quanto receoso e surpreso.
Aí não tinha como ela correr ou fingir ser invisível. Ela suspirou sutilmente e se virou, mantendo uma expressão impassível. A mesma que aprendeu com Castiel.
– Oi, Dean.

Leia

Capítulos 13 ao 18

– Desculpa. Repita como se eu fosse uma criança – Dean disse. – Como assim sumiu?
– Acho que quando ele foi ressuscitado, a alma dele ficou.
– E onde ela tá?
– Meu palpite é que está na jaula com Miguel e Lúcifer.
– Mas ele ainda é o Sam? – Dean perguntou.
– Esta é uma questão filosófica interessante. – Castiel respondeu.
– Então pega ela de volta. Você me tirou de lá.
– Vários anjos resgataram você. E você não estava tão bem guardado. A alma do Sam está na jaula de Lúcifer. Há uma diferença. Uma grande diferença. Não é possível.

Leia


Capítulos 19 ao 25

– Quanto tempo eu fiquei fora do ar?
– Acho que uns dois ou três minutos. Por quê? O que pareceu pra você?
– Uma semana. Mais ou menos isso.
– Quer falar sobre o lance?
– Lance?
Dean deu de ombros.
– Seja lá o que era, parecia que você estava sendo eletrocutado.
– Olha, não foi nada divertido, mas eu tô bem.
– Tá. – Dean olhou o irmão. – Foi o inferno, não foi? Você tá com cara de quem passou pelo inferno. Não passou pela sua cabeça que podia ter morrido?
– Ah, fala sério!
– É serio. E nada disso é bala só de raspão, porque fizemos isso do nosso jeito. Deixamos você explorar e tudo de ruim que eu disse que ia acontecer, aconteceu. Então adivinha: o passado já era, nós não vamos arranhar o muro de novo.

Leia