Promove #015

Publicado por Vivi em 17 de dezembro de 2014

Todos os meses autora, fic e shortfic do mês são escolhidas pelo twitter do site. A autora do mês tem direito à entrevista, e agora as outras premiações também terão um espacinho para destaque nos posts. É o nosso singelo “Parabéns” a elas.
Depois de decididas, as autoras das fanfics escolhidas por votação redigirão um pequeno texto sobre a própria história ou liberarão um teaser. Se em algum momento surgiu a curiosidade sobre o que era a fic/shortfic do mês, agora é a hora de conhecê-la pelas mãos das autoras.

I Want Crazy by Lara Scheffer — Shortfic do mês de Outubro/2014

I Want Crazy foi uma das fics mais fáceis de escrever, pra mim. Ela foi toda escrita em um dia — um milagre pra mim, mesmo sendo tão curtinha.
Ela surgiu numa brincadeira num grupo de fics, onde o tema que me foi dado pra escrever uma short foi “os dois são famosos que têm que esconder o relacionamento da mídia”. Eu montei mais ou menos a história na cabeça, mas ainda tava faltando algo, e aí o clipe de I Want Crazy apareceu no meu feed do facebook, eu ouvi a música e ela encaixou direitinho no enredo que eu tinha pensado.
Apesar de ser uma história bem curta, eu acabei gostando tanto dos personagens, da impulsividade deles e até da infantilidade do principal, às vezes, que penso em dar continuidade a ela – então fica aqui a promessa: tem uma parte dois de I Want Crazy a caminho.”

Life As We Know It by Tici Almeida — Fic do mês de Outubro/2014

“Ao salvar uma vida, um médico não acredita no milagre, ele comemora o resultado bem sucedido de um plano. Mas e ao perder uma vida, o que ele faz? Lamenta a derrota e crê em um plano divino? Ou na simples frieza do destino?
Planos, muitos planos, todos fazem planos; passamos mais tempo planejando do que realmente concretizando. E então nos deparamos com os vilões da história, elementos que surgem sem convite. Desilusões, traições, injustiças, arrependimentos, escuridão… Estas são as coisas que não aparecem em nossos planos, mas que povoam nossas vidas. Não há como evitar, mas vale lembrar que da mesma forma que existe mais do que incompreensão no mundo, existem mais do que estrelas no céu. Existe uma salvação. Ela vaga por ai, invisível aos olhos de uns, mas firme na esperança de outros. Ela não se importa com a nossa pressa, pois sabe o momento certo de intervir, mostrando que os planos das nossas vidas não são apenas feitos por nós mesmos.
E, afinal, quando a hora chegar, esta salvação nos dará o que queremos ou o que precisamos?”

Todos os textos publicados foram redigidos pelas próprias autoras. Para ler os outros posts, clique aqui.

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários