Contador:
Última atualização: 29/12/2021

Prólogo

Todas as crianças que sonham em ser super heróis, sempre sonharam em entrar na U.A, isso é fato. Todas têm um sonho, todas sonham em ser o próximo herói número um. cresceu em uma família feliz, sempre admirando seu pai, que era tão inseguro e sempre criticava o Herói número dois, ele dizia que Endeavor o subestimava tanto, que nunca o enxergou como um rival, era apenas o All Might. Apesar de sua insegurança e raiva, ele foi um bom pai, principalmente quando a mãe de morreu, ele foi pai por dois, durante um enorme período de tempo.

Kotaro soube que Endeavor estava treinando seu filho para ser o Herói número um, já que ele não conseguia, seria seu filho. Ele era o único que sabia dos abusos que aconteciam na casa da família Todoroki, porque antes de tudo isso, ele e Endeavor foram amigos. Ele se sentia mal pela criança, mas viu ali uma oportunidade de superar Endeavor e ser visto como igual, sua filha tinha a individualidade mais forte que a dele e era apenas uma criança. seria treinada para superar o filho de Endeavor e se tornar a número um.

Essa ideologia de seu pai, foi a responsável por ajudá-la a superar a perda de sua mãe, porque ela tinha que focar em algo, então, sua mente não tinha tempo para sofrer. E assim foi crescendo, sempre treinando para se tornar a mais forte e aguardando o dia que enfrentaria o filho de Endeavor, o dia em que ela daria orgulho para seu pai e o faria ser respeitado, ser visto como um igual. E então chegou o dia de entrar para U.A, e tinham várias outras pessoas também, mas ela entraria por recomendação. E foi o mesmo dia que ela encontrou seu rival e Endeavor pela primeira vez.
— Kotaro, espero que não tenha feito dessa criança uma fracote como você. — Disse o homem, Kotaro apenas ignorou, mas aquela foi a primeira vez que os olhos de cruzaram com os olhos de Todoroki, que eram cada um de uma cor, seus pais entraram e os dois ficaram se encarando por um tempo.
— Tem algo para dizer? — Murmurou o menino, tranquilamente, fechou os olhos.
— E-eu vou te derrotar! — Foi a única coisa que conseguiu dizer, primeiro, Todoroki se espantou com as palavras da menina, depois, ele sorriu de lado.
— Então, terei de lutar. — Respondeu ele, se afastando da garota, que ficou estatelada, sem qualquer reação a não ser uma boca aberta. Mas ali, já estava declarado, eles seriam rivais.


Capítulo 1: Bem vindos à U.A

Era o primeiro dia de aula, e havia chegado cedo. Ela se sentou em qualquer uma das cadeiras da sala, e observou cada um dos outros alunos chegar, o único que chamou sua atenção, foi um garoto loiro gritando. sabia que ele havia sido o maior pontuador da turma, ela havia sido indicada, então não precisou participar do teste. Antes que baixasse seu olhar, outro aluno chamou sua atenção, Shoto Todoroki estava na sua turma. Ele pareceu ficar surpreso quando seus olhos se encontraram, se sentia um fracasso pela forma como falou com ele da outra vez, trêmula e patética, talvez ele tenha tirado sarro dela após aquele encontro. Ela tentou esquecer um pouco que o garoto estava em sua turma, todos estavam se apresentando, o professor entrou na sala e estava em um saco de dormir. Aquele era o Eraser Head, nome de herói do Professor Aizawa, que murmurou algo sobre apresentações e voltou para o seu saco de dormir. não se interessou muito pelo assunto, queria começar logo a estudar coisas de heróis, até que alguém tocou no seu ombro.
— Você é a , né? Filha do… — Antes que ele pudesse continuar, percebeu que era Shoto que estava falando com ela.
— Sim, sou. — Ele se sentou atrás dela após a confirmação, e ela deu de ombros.
— Quero que saiba que levei a sério a nossa última conversa. — tentou parecer desinteressada, mas não deu muito certo, ela treinou a vida toda pra lutar contra esse garoto, e ele levou a sério o que ela disse, mesmo sendo de forma patética.
— Então, posso te considerar meu rival? — Perguntou ela, se virando para ele, que assentiu.
— Oi, pessoal! — Disse uma garota rosa. — Me chamo Mina, e vocês?
. — Respondeu ela, engolindo seco.
— É um prazer, ! Essas são Urakaka, Yaoyorozu, Jiro e Tsuyu! E esses são Denki, Kirishima… — Kirishima interrompeu Mina.
— Eu conheço você! — Disse, olhando nos olhos de . — Ah, deixa pra lá, fiz confusão. — Completou ele, quando pôs os olhos em Shoto.
— Vocês são namorados? — Perguntou Denki, fazendo e Shoto engasgarem.
— Não. — Negou .
— Somos rivais. — Completou Todoroki, o clima mudou de repente, e o professor se levantou. Todos voltaram aos seus lugares, Shoto permaneceu atrás de . O primeiro dia foi exatamente como ela havia esperado, conhecer a turma, alguns exercícios básicos, nada demais para ela.

Quando a aula acabou, ficou esperando seu pai buscá-la na frente da escola, quando ouviu uma gritaria por perto dela. Era o aluno loiro de antes, Bakugou, discutindo com Midoriya, e alguns outros alunos estavam em volta. apenas deu de ombros, ela não estava ali para fazer amigos e isso era óbvio.
— O que está fazendo? — Perguntou Shoto, fazendo a garota voltar ao mundo real.
— Esperando o meu pai. — Respondeu ela, Shoto suspirou.
— Por que não vai falar com eles? Está tão concentrada no que está acontecendo ali. — Perguntou ele, deu de ombros.
— Não estou aqui para isso. — Ao mesmo tempo que sua resposta causou espanto em Shoto, ele suspirou, como se entendesse o que estava acontecendo.
— O seu pai… — entendeu o que Shoto estava tentando dizer.
— Não, ele não me obriga a nada! Ele tem uma vontade, que se tornou minha, mas ele não é um monstro! — Respondeu ela, se arrependendo após a expressão do garoto.
— Mas você olha para eles como se quisesse estar lá.
— Eu não quero. — tinha convicção que era burrice fazer amizade com aquelas pessoas, se tornaria mais difícil lutar contra elas quando tivesse de fazer, mas ainda assim precisava conhecê-los. — Eu não deveria te dizer isso, mas eu preciso conhecer os pontos fortes e fracos de cada um deles, incluindo você, sei que posso lutar contra sua individualidade do fogo, mas ainda não sei como eu lutaria contra a do gelo.
— Então, é melhor descobrir! Não é como se eu usasse o fogo. — Disse ele, antes de sair andando. Então era verdade, Endeavor era um pai tão terrível que seu filho recusava usar o seu poder, ela se lembrava de ter escutado a expressão “criança perfeita”, se referindo ao garoto, mas ele parecia ter tantas coisas no coração, dificilmente ele sentia que era a criança perfeita. Talvez ele tenha tido uma infância tão difícil quanto a dela, ou pior, pois seu pai sempre foi um pai amoroso e o que ele dizia sobre o pai de Shoto era diferente. Ela sabia que deveria tratá-lo como um rival, mas pela primeira vez na vida, seu coração estava dizendo para que ela fizesse algo diferente do planejado, e quando ela se virou, o garoto já estava longe.
— Talvez amanhã, se eu ainda tiver coragem.


Continua...



Nota da autora: oii gente, tudo bem? espero que sim! espero que tenham gostado, vamos embarcar nessa fic com o Todoroki juntas, espero vocês acompanhando <3 vou deixar meu insta de autora, pra vcs conferirem minhas outras fics, e o grupo no whatsapp de leitoras, beijos!


Outras Fanfics:
» Trovão de Konoha
» Spin-off de Trovão de Konoha
» Trovão de Konoha: Road to Ninja

» A Irmã do Relâmpago Amarelo
» Asas da Liberdade
» Exterminate
» Loyalty
» Nukenin
» O Legado Uzumaki



Nota da scripter: Oi! O Disqus está um pouco instável ultimamente e, às vezes, a caixinha de comentários pode não aparecer. Então, caso você queira deixar a autora feliz com um comentário, é só clicar AQUI.

Qualquer erro nessa fanfic ou reclamações, somente no e-mail.
Para saber se a história tem atualização pendente, clique aqui


comments powered by Disqus