Indicações #232

Publicado por Vivi em 02 de abril de 2016

Todo sábado será feito indicações de fanfictions. A equipe de indicações lê várias fanfictions e procura algumas das melhores para serem indicadas aos leitores. Confira abaixo as indicações do dia:

Acorrentados no Inferno by Ste Pacheco
Restritas – Em Andamento
Indicada por Angélica B.

Depois de um semestre estressante na faculdade, o pessoal do curso de biologia decide que fazer uma viagem para um acampamento de férias seria uma boa forma de relaxar. Se a presença de dois professores gatos já era animadora, você e suas amigas tinham certeza que aquela viagem ficaria na história quando conheceram os dois monitores, mais do que gatos, que iriam acompanhar vocês. Mas o que era pra ser muita festa, curtição e pegação, acabou se tornando um inferno. Isso porque a investigação de um terrível assassinato acabou deixando todos os alunos presos naquele lugar. E a pior parte era que a polícia não estava nem perto de descobrir quem era o assassino. Por isso, cuidado em quem você confia. Cuidado com quem você anda. Cuidado para onde você vai: você está sendo observada.

9 Crimes by Júlia Battista
Restrita – Finalizadas
Indicada por Bruh Fernandes

Isso não é uma história de amor. É um acidente de percurso.
Ele não é divertido, carinhoso, romântico. É mal, rude e sombrio. Ele é um sociopata, um sequestrador. O seu sequestrador.
Mas você não vai o deixar ganhar tão fácil. Não sente medo dele, assim como anos antes sua mãe não sentiu, ao se vingar e cometer 9 crimes em uma noite.
Vocês conversam, os dias passam, e as promessas de te matar se tornam cada vez mais distantes. Há algo louco e impossível ocorrendo entre vocês, mas as circunstâncias não são favoráveis, afinal: é matar ou morrer. Então, aqui vai um conselho: não se apaixone.

Thank You For The Memories by Marina Iero
Restritas – Em Andamento
Indicada por Lucky A.

Eles viviam a vida perfeita, namoravam há dois anos, os pais na moça adoravam o rapaz quem sua filha tinha se apaixonado. Ele havia a ajudado a superar traumas e ela o tirado da sua vida boemia. No ápice da felicidade vem o noivado do casal, ambos completamente realizados e felizes. Até que uma fatalidade acaba deixando apenas memórias de um passado primoroso.
“- Não, eu gosto que você seja lento.
– Ah, é? E por quê? – perguntei desconfiado.
– Porque significa, para mim, que você não consegue se concentrar em outras coisas quando está comigo, só consegue se concentrar em mim.”

Para ler todas as indicações passadas, clique aqui.

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários