Última atualização: 05/09/2017

Segundo Prodígio: Chermont Hacker...

Abri meus olhos me espreguiçando na cama, senti que estava faltando algo, ou alguém. Olhei para o lado e lá estava um bilhete na mesinha de cabeceira, ergui meu corpo e peguei o bilhete, sorri de leve ao ver aquela letra estranha que mais parecia um desenho.

— Good Luck. — sussurrei ao ler — Poderia ter escrito bem mais do que isso.

Suspirei fraco, realmente Carl era horrível quando o assunto era romantismo, infelizmente não mandava no meu coração, mas pelo menos ele estava me desejando sorte, já era um começo. Me levantei da cama e tomei uma ducha, após uma noite em claro com ele, precisava demonstrar no mínimo um pouco de disposição, na entrevista que faria agora pela manhã.

Eu já estava mais do que certa sobre meu álibi, como Dean tinha mesmo ordenado, escolhi algo que jamais entraria em contradição com meus reais serviços. E comissária de bordo era a melhor das explicações para se viajar tanto, o que me levava a perguntar o porquê da preferida do chefe não aceitado esta sugestão dele.

, era a minha maior e mais desprezível rival, ainda mais depois que Dean começou a chamá-la de Little Thief. Felizmente eu iria provar que era a melhor, de uma forma ou de outra, o plano já estava traçado em minha mente, só faltava a execução que iniciaria em breve. Após o banho, coloquei o uniforme de treinamento da Air InH Represent, uma das mais conceituadas companhias aéreas da Europa.

Mesmo que eu não fosse bem em minha última entrevista, meu nome já estava confirmado na lista das aprovadas, afinal já tinha hackeado o sistema da empresa e alterado tudo que era preciso, para que eu entrasse. Esta era a minha especialidade, algo que nem em cem anos os outros prodígios conseguiriam fazer, de forma tão impecável como eu.

— Louise. — disse a responsável pelas contratações — Entre por favor.

Assenti e entrei em sua sala, ela começou falando sobre minhas qualidades e defeitos analisadas, durante aquele treinamento que havia passado, todo o seu discurso estava levando para um caminho negativo. O que durou até o momento em que ela abriu o sistema da empresa e leu a minha nota de aprovação determinada pelos avaliadores.

Não que eu havia precisado de alguma modificação, mas queria de fato garantir que a responsável não cortasse meu nome, por não ter gostado do meu currículo acadêmico impecável. Assim que assinei todos os documentos de contratação, enviei uma mensagem a Dean para avisar que sua indicação, já estava cem por cento operante.

Agora oficialmente Louise Chermont, era uma comissária de bordo da Air InH Represent, eu começaria meu trabalho daqui dois dias, o tempo que a empresa disponibilizava para organizarmos nossa vida pessoal antes. Eu havia sido escalada para os voos internacionais, devido às minhas habilidades linguísticas de ser fluente em 4 idiomas além do francês. O que significava que minhas escalas de voos seriam mais longas.

- x -

CH na linha. — disse ao atender meu celular, me sentando na cama em frente ao meu notebook.

Uma ligação restrita, então obviamente eu já imaginava de quem era.

— Espero por uma boa notícia. — disse o grande Dean do outro lado da linha.
— Claro senhor, meu nome já se encontra nos registros de funcionários da Air InH. — respondi confirmando o que ele tanto queria ouvir — E agora mesmo estou acessando o sistema da empresa para conferir os próximos voos.
— Muito bem, serviço completo. — elogiou ele — Coloque seu nome na lista de tripulantes da escala Paris-Xangai, partida do dia dois.
— A que se deve esse motivo? — perguntei encaixando o celular entre meu ouvido e membro, começando a digitar — Preciso que faça uma pequena interferência no aparelho de um dos passageiros.
— Hum… Clonagem nas alturas. — brinquei rindo de leve — Qual o nome do passageiro?
— Choi . — respondeu ele.

Assim que falou, entrei em todos os sistemas do governo francês que tinha invadido e comecei a pesquisar.

— Um agente da Interpol?! — disse ao olhar as informações do homem.
— Pelo que vejo, já pesquisou sobre ele. — comentou Dean.
— Digamos que a segurança de um site governamental, não é tão boa assim para mim. — expliquei rindo — Consigo hackear até mesmo o site da Interpol se quiser.
— Por agora não, somente preciso que todas as informações passadas a esse agente, estejam sempre sob nosso monitoramento.
— Como queira. — disse ao confirmar meu nome na lista dos tripulantes selecionados para aquela escala — Escala confirmada.
— Me contate novamente assim que estiver concluído o serviço.
— Perfeitamente. — assenti.

Aquele era o meu papel entre os prodígios.

Sempre que Dean precisava de alguém para invadir sistemas de computadores militares, sites governamentais ou arquivos secretos de agências de espionagem, lá estava eu fazendo o trabalho cibernético. Mesmo o Dean sendo minucioso nesses assuntos, eu já havia superado o mestre e mais nenhum prodígio conseguia se igualar a mim. Talvez por todos acharem que a prática fosse mais gloriosa e que a teoria, e ficarem admirado com todos os roubos bem sucedidos da LT, mas se esqueciam te todas as informações eram conseguidas por mim. Isso me deixava ainda mais revoltada por não ter o reconhecimentos que os outros tinham, felizmente Carl concordava comigo, Dean superestimava demais a LT.

Me espreguicei na cama, olhando para a foto de que estava na tela do notebook, muitas coisas começaram a se passar em minha mente, principalmente como eu poderia me beneficiar deste serviço. Afinal, não seria de todo uma má ideia se me aproximasse desse agente, já que Dean não iria querer monitorar ele por motivos irrelevantes.

Quando o inabalável chefe estava interessado em seguir os passos de alguém, só havia duas alternativas: Ou a pessoa era um aliado importante, ou era um inimigo em potencial.

E eu já estava curiosa para descobrir em qual dos lados este agente Choi estava.

- x -

— Bem-vinda no seu primeiro dia. — disse Bella assim que entrei na cabine dos tripulantes, me entregando uma pequena cesta de chocolates de boas-vindas — Espero que esses ogros estejam te tratando bem.

Era riu um pouco de suas próprias palavras.

— Agradeço. — disse pegando a cesta — Todos estão sendo muito gentis comigo.
— Que bom. — ela se sentou no confortável sofá que havia — Como é seu primeiro voo, pode se sentir um pouco enjoada, mas logo se acostuma.
— Ah, obrigada pela informação. — suspirei — Mas acho que vou aguentar bem.

Sorri de leve, deixando minha cesta no armário que ela tinha separado para mim.

— Logo os passageiros começarão a entrar. — disse Aaron o chefe de cabine ao entrar — Louise, você ficará com Bella na classe executiva, que é a mais tranquila em geral.
— Ok. — assenti desviando meu olhar para Bella, que já estava com um largo sorriso no rosto.
— Eu ficarei com o Johnny no andar de cima, na primeira classe. — continuou ele — Deixei Morg, Lara e James na classe econômica que tem mais pessoas.
— Este será o quadro em todos os voos? — perguntou Bella demonstrando interesse.
— Não, ainda estou testando como todos se comportam em cada uma das classes. — ele respirou fundo desviando seu olhar para mim — Se preparem e fiquem na porta, para receber os passageiros da classe executiva.
— Como quiser. — ela fez um sinal de continência de forma debochada, assim que ele saiu.
— Já percebi que não gosta dele. — comentei.
— Esse idiota, só porque é o chefe de cabine, só fica na primeira classe. — ela bufou de leve — Merecia pegar a classe econômica.
— É tão difícil assim?
— Geralmente, sim. — ela se levantou — Pode ir na frente se quiser, vou retocar a maquiagem.
— Tudo bem.

Saí da cabine dos tripulantes e me posicionei na porta de entrada para a classe executiva. Com um sorriso no rosto, fui recebendo todos os passageiros que iam chegando, enfrentaríamos pouco mais de 11 horas de voo, o que seria desgastante e trabalhoso. Eu já havia gravado o rosto do tal agente, e pelo nome dos passageiros aparentemente não tinha nenhum chamado .

— Bonjour senhor... — disse assim que ele chegou e me entregou sua passagem — Flin.

Disse ao ler o nome que não era o dele.

— Na verdade, é . — corrigiu — Esta passagem era de outra pessoa.
— Ah, claro. — fixei ainda mais meu olhar nele — Por aqui senhor.

Eu o guiei pessoalmente até seu assento, felizmente era o último passageiro que faltava para completar a classe executiva. Identifiquei meu alvo e estava atenta aos seus movimentos, agora só tinha que pensar em algo para ter acesso a maleta que ele carregava com tanto cuidado.

Após uma hora de voo, os passageiros começaram a fazer seus pedidos, Bella pelos anos de experiência era bem mais ágil e rápida que eu, além do fato de minha atenção estar em . Me aproximei dele naturalmente para lhe oferecer algo, notei que sua atenção estava distante.

— Senhor, deseja algo para comer ou beber? — perguntei.
— Não, obrigado.

Assenti com a face e me voltei para frente.

— Espera, senhorita.
— Sim?! — eu o olhei tranquilamente.
— Eu. — parecia estar escolhendo as palavras — Me sinto um pouco desconfortável em viagens longas, teria algo para acalmar a ansiedade?!
— Ah, claro senhor, aceitaria chá de camomila ou suco de maracujá?! — perguntei.
— Não quero dormir. — retrucou ele.
— O senhor não dormirá, só ficará mais tranquilo. — expliquei pegando uma lata de suco de maracujá — Tem minha palavra que não irá dormir.

Garanti a ele dando um sorriso natural.

assentiu pegando a lata e a abriu, tomou o primeiro gole assim que me afastei dele, seria mais fácil se ele dormisse, mas pelo visto teria que ser de outra forma. Sofremos uma pequena turbulência no meio do voo, já estava se completando 10 horas de voo e eu ainda não tinha conseguido nada.

Tinha que admitir que na prática eu não era muito boa mesmo, porém tinha meus recursos tecnológicos, se não dava para ter acesso diretamente, eu teria acesso indiretamente. Assim que se levantou para ir ao banheiro, ainda carregando sua maleta, fiquei observando de perto até que ele saiu do banheiro e eu esbarrei nele de propósito. Ao ajudá-lo a se endireitar, ajeitei a camisa que estava em seu corpo pedindo desculpas, e discretamente colei um micro rastreador no segundo botão.

— Eu realmente sinto muito. — disse a ele, me desculpando mais uma vez — É o meu primeiro voo na empresa.
— Sem problemas. — ele sorriu de leve se afastando um pouco de mim — Não foi nada demais.
— Senhor, por favor, poderia voltar para sua poltrona. — disse Bella ao se aproximar de nós — Logo começaremos os procedimentos para aterrissagem.
— Tudo bem. — assentiu ele voltando para a área das poltronas.
— Bonito não é?! — comentou Bella mantendo seu olhar nele.
— Sim. — concordei mordendo os lábios.

Assim que o piloto anunciou nossa aproximação no Aeroporto Internacional de Xangai, orientamos todos os passageiros a fazerem os procedimentos básicos para a aterrissagem. Para a minha surpresa foi tranquilo e graças aos comentários da Bella, muito divertido também. Ao final do desembarque de todos os passageiros, deixamos a equipe da limpeza dentro do avião e fomos para a área dos comissários de bordo. Após uma longa e cansativa reunião com Aaron, Bella me levou até o hotel onde os funcionários costumavam ficar, um quarto já estava reservado para mim.

Entrei no quarto me despedindo de Bella que ainda estava no corredor, coloquei minha mala em cima da cama e abri, tinha que finalizar meu trabalho. Retirei meu notebook de dentro já o ligando, peguei o sinalizador que tinha montado no meu último teste de aptidão e pluguei no notebook.

Depois que tudo estava conectado e meu programa de rastreamento aberto, através dos meus programas e vírus conseguiria rastrear cada passo do agente, graças ao sinal do dispositivo que tinha colado em sua roupa. Funcionaria por um tempo, pois ele poderia trocar de roupa, mas até que eu me aproximar mais dele, serviria um leve rastreamento por satélite.

Eu só precisava fazer o primeiro acesso, para que meu programa gravasse seu rosto, assim sempre conseguiria procurar sua localização automaticamente.

— Bem, acho que passei o nível um e finalizei o serviço. — disse me espreguiçando — Mas só irei avisar ao Dean depois.

Sorri de canto, vendo o programa dar a resposta da localização atual de .

— Hum, você é mesmo muito bonito. — mordi os lábios olhando para sua foto retirada de uma câmera de segurança da rua — Não seria uma má ideia ter um amigo na Interpol, ou até mesmo um namorado.

Meu plano agora já estava começando a ganhar forma e definição, felizmente Dean havia de forma inconsciente, me colocado na reta de uma mina de ouro, pois se pudesse controlar alguém da Interpol, teria acesso a todos os arquivos de forma mais fácil. Além de usá-lo para tirar várias pessoas do meu caminho.

Sim, era tudo que eu precisava naquele momento, e eu o teria de alguma forma.

“Aviões atravessam as nuvens,
Como anjos podem voar, nunca morreremos,
Sirenes cortando a noite,
Como gritos que são fogo, erguendo-se,
Como se eu tivesse algo a provar, nada a perder,
Nesta cidade, nesta cidade.”
- Airplanes / 5 Seconds Of Summer




The End...




Nota da autora:
Desta vez escrevendo adiantado kkkkkkk... Eis aqui mais um ficstape, espero ter conseguido pegar a essência da música e feito algo legal!!!
Resolvi fazer um spin-off de My Little Thief, contando sobre como Louise conheceu nosso agente favorito, o que me faz querer ainda mais escrever essa fic linda!!!
Me desculpem qualquer erro de gramática ou betagem, eu só vejo isso depois que a fic entra no site, não desistam de mim, kkkk... Críticas e elogios sempre serão bem-vindos!!
Bjinhos... By: Pâms!!!!
Jesus bless you!!!




Outras Fanfics:
PRINCIPAIS
| 04. My Answer (Ficstape EXO) | 05. Sweet Creature (ficstape Harry styles) | 06. El Dorado (ficstape EXO) | Beauty and the Beast (Contos Dia dos Namorados) | Beauty and the Beast II | Coffee House | Cold Night | Crazy Angel | Destiny's | É isso aí (mixtape Brasil 2000) | First Sensibility | Genie | I Am The Best (mixtape Girl Power) | I Need You... Girl | My Little Thief | Noona Is So Pretty (Replay) | Piano Man (mixtape Girl Power) | Photobook | Quem de Nós dois (mixtape Brasil 2000) | Smooth Criminal | TVXQ: Tohoshinki |
*as outras fics vocês encontram na minha página da autora!!


comments powered by Disqus