No passado, os Eltz não mediram esforços em exterminar de suas terras rastros de bruxaria e culturas tribais anteriores ao império romano. Após voltar da terceira Cruzada, um conde é traído e deixado para morrer no caminho para casa. Uma mulher que mora na floresta irá ajudá-lo a se reerguer e tomar seu posto de conde de volta.
No presente, os dois irmãos Eltz tentam domar os próprios demônios de sua infância problemática enquanto contratam uma historiadora por formação, para restaurar seu Castelo. Segredos se revelam aos poucos, conforme a mulher sua indomável curiosidade e moralidade histórica tomam conta do legado que os irmãos juraram proteger e ocultar.


Escrita por: Amanda Bento
Betada por: Carolina Mioto

Capítulo 01 ao 20

As aparências são atrativas para formar juízos e os princípios morais dos Eltz estão muito claros. Nesse festim de primeiras camadas, é possível confiar em qualquer um. Passado e presente se confundem.

Leia

Capítulo 21 em diante

A pesquisa pela vida dos herdeiros transforma a visão da historiadora e sua equipe, deixando todos tensos com as descobertas. No passado, plebeus e nobres desfilam lado a lado rumo a um caminho decadente.

Leia