Você, uma professora de português do interior de São Paulo, se vê diante de dois alunos extremamente incomuns querendo aprender seu idioma: um cantor internacional e sua assistente pessoal. Será que você consegue dar conta desse desafio com tantas mudanças em sua vida? E o que fazer quando uma amizade inusitada floresce? Preparar sua coleção de memes sempre é uma boa opção, separar uma ou outra música do É o Tchan! também pode ajudar, assim como preparar um prato de brigadeiro. Vale tudo para apresentar o Jeitinho Brasileiro a um britânico charmoso e uma americana incontrolável.


Escrita por: Lena Almeida
Scriptada por: Laura Galvão

Capítulos 01 ao 12

É, desde que saíram do prédio a brasileira estava pensando sobre onde estava se enfiando. Ok, a tarde havia sido muito divertida, e ela tinha certeza que se estivesse sozinha não teria aproveitado metade do seu dia como havia feito. Mas fotos em revista de fofoca e perseguição com paparazzi? Ela era apenas uma professora do interior. Nem poderia ser considerado uma fã do cantor pop que estava seguindo.

Leia

Capítulos 13 ao 24

Esperavam por algo que quebrasse aquela conexão e os alertasse para não fazer o que seus olhos deixavam muito claro que queriam fazer. Qualquer coisa que os impedissem de dar aquele passo além em sua estabelecida amizade. Mas nada. Nada ousou quebrar aquele momento só deles ao som envolvente da música. Um sinal divino, qualquer intervenção, e Lene teria se afastado. Mas ninguém sussurrou “isso é um erro”.

Leia

Capítulo 25 em diante

Mas justamente por se ocupar tanto em sentir, em viver, em experimentar, Marlene não dedicava muito tempo para rotular. Ela sempre dizia que era inominável. E era. Porque aquela sensação que lambia sua pele, fazia cócegas em seu estômago e esmagava seu coração era boa demais para que ela perdesse tempo a esquadrinhando, colocando diante de si como algo a ser esmiuçado, causando-lhe dor de cabeça para uma definição.

Leia