Contador:
Última atualização: 01/09/2020

Único

— Eu juro a vocês, que se mais alguma garota tentar puxar o Harry para baixo de um visgo, não respondo por mim. — falou, ao se aproximar de Mione e Sam, que estavam sentadas na sala de estudo.
— E eu que sempre estou ao lado dele? — Ron falou. — Hoje fizemos o maior desvio para conseguir chegar a aula de Poções. — O ruivo acrescentou.
— Isso é um absurdo. — falou, cruzando os braços. — A escola inteira sabe que estamos juntos e mesmo assim ficam se jogando em cima dele. — A corvina falou, com raiva.
— Não é como se eu conseguisse controlar o efeito que causo nas garotas. — Harry comentou, com um sorriso convencido.
— Tente parecer menos orgulhoso. — Darling retrucou fuzilando o moreno, retirando os livros da bolsa e batendo com força na mesa. Harry arregalou os olhos e sentou ao lado da namorada, preocupado que a raiva dela agora fosse direcionada a ele.
— Por Merlim! Não dá para acreditar que tem garotas correndo atrás do Harry. — Sam falou, enojada. — A eu até aceito, ninguém tão inteligente pode ser totalmente normal, mas todas essas garotas? Patético. — A lufana completou, recebendo um olhar enraivecido do irmão, o que fez Rony gargalhar. — E você, Weasley? Que milagre é esse que não está colado com a Lilá? Deviam procurar um quarto. — Samantha concluiu.
— Vocês também notaram que a Sam está um pouco arisca esse ano? Acho que é saudades do Cedrico. — Harry comentou, recebendo um empurrão forte da irmã e fazendo todos rirem, até mesmo Hermione, que fazia voto de silêncio sempre que Rony estava por perto.
— Agora silêncio, temos que estudar. — Hermione falou, concordou e as duas começaram a trocar anotações.
Harry viu Draco passar rapidamente pela porta, curioso decidiu seguir o sonserino, fez sinal para Rony, que levantou.
— Enquanto vocês estudam — Harry falou, apontando para Mione e — e a Sam continua fazendo o que ela está fazendo, vou resolver algumas coisas. — O moreno terminou apressado.
— Você devia estudar. — Hermione falou, um pouco alto. Potter deu de ombros. — E não coma nada que ninguém oferecer! — a amiga alertou e o moreno, que já estava se afastando, parou. Ainda não tinha contado a sobre o incidente de ontem. Tentou fazer sinal para Hermione, mas a morena não olhava mais para ele.
— Ué, por quê? — Sam perguntou, confusa.
— A Romilda Vane ontem deu alguns chocolates ao Harry e certeza que os recheou com poção do amor. — Mione falou baixinho.
, que sempre foi conhecida por ser doce e calma, adquiriu um tom de vermelho na pele que assustou.
— Ela o que? — A loira perguntou, entredentes. — Que falta de respeito! E por que você não me contou, Harry Potter? — Darling virou para o namorado, o fuzilando com o olhar.
O moreno tentou gaguejar uma resposta, mas a loira o interrompeu. — Eu tenho que estudar para os N.I.E.M.S, depois conversamos sobre isso. Mas não acredito na audácia dessa garota. — E tornou a virar para mesa, voltando a fazer anotações.

🎄🎄🎄🎄🎄


O dia da festa do Slughorn finalmente chegou, para a felicidade de .
As garotas estavam se jogando em cima de Harry de maneira excessiva, qualquer coisa para serem vistas com o Eleito.
e Sam estavam sentadas na pia do banheiro, encarando uma Hermione chorosa.
— Mione, não fica assim, você sabe que o Ron é um idiota. — falou, consolando a grifinória.
Hermione saiu correndo da aula, após Ron estupidamente a imitar cruelmente.
— Exato. Você pode até ser irritantemente sabe-tudo, mas pelo menos sabe alguma coisa, ele, por outro lado, se não fosse a Profº McGonagall estaria com aquele bigode horroroso até agora. — Sam falou e a amiga riu.
— Vocês são ótimas. — Mione falou, com um sorriso estranho no rosto.
— Mione, você está bem? — perguntou, preocupada.
— Estou mais do que bem. — Hermione disse. — Acabei de ter uma ótima ideia. Vou convidar o Córmaco para ir à festa comigo e melhor: vou deixar o Ron saber disso.
Sam e franziram o cenho, Córmaco McLaggen era insuportável.
— Você tem certe-
Sam começou, mas foi cortada por um olhar assassino da morena.
— Bem, pelo menos ele é bonito. — declarou, diplomática.
— É… Deixa a boca dele ocupada a noite inteira e você não vai precisar se preocupar com muita coisa, Mione. — Sam falou, dando palmadinhas nas costas da amiga, enquanto saiam do banheiro.
Na saída, encontraram um Harry afobado, lotado de materiais.
— Vocês deixaram isso na sala. — Ele falou para as meninas.
— Cadê o ridículo do seu amigo? — Sam perguntou, enquanto pegava o material que o irmão estendia.
Herione apanhou as coisas rapidamente.
— Obrigada, Harry. Bem, é melhor eu ir andando. — Granger falou, afastando-se ligeiramente, sendo acompanhada por Samantha.
continuou parada ao lado de Harry.
— O Rony consegue ser grosseiro as vezes. — falou chateada, ainda incomodada pela reação da amiga.
— É, eu sei. — Harry falou, derrotado.
— Pois ele não perde por esperar. — Darling disse, sentindo-se estranhamente feliz pela carta na manga que a Hermione tinha.
— Como assim? — Harry perguntou, confuso.
— Nada. — A loira falou, se afastando. — No saguão às oito horas, não se atrase! — a corvina completou, afastando-se por completo.
Felizmente tinha horário disponível no restante do dia e iria usar as horas para se arrumar.

🎄🎄🎄🎄🎄


Harry chegou ao saguão de entrada às oito em ponto, estava nervoso, havia um número anormal de garotas o encarando de maneira ressentida.
Fechou os olhos e respirou fundo.
— Cheguei! — Ouviu a voz de nas suas costas.
Virou e encarou a namorada boquiaberto.
Ela estava deslumbrante, com um vestido incrível.
— Uau! Apenas uau. — Harry falou. — Você está maravilhosa, . — O moreno falou, encarando o decote da loira.
— Hey, Potter! Meus olhos são aqui em cima. — falou, mas por dentro estava adorando deixar o rapaz daquela forma.
Harry a encarou, um tanto confuso.
— Nós temos mesmo que ir para essa festa? — Potter falou, aproximando-se sorrateiramente da namorada, ignorando os resmungos das garotas ao redor.
— Sim temos. — respondeu. — Primeiro: eu estou linda e todos tem que me ver nesse vestido. Segundo: você disse que o Dumbledore falou que é importante que o Profº Slughorn goste de você. — A loira acrescentou e o olhou maliciosa. — E se você estiver com a capa, podemos aproveitar um pouco mais depois da festa. — a loira falou, piscando.
— Você está andando muito com a Samantha. — Harry falou, sorrindo. Dando as mãos a loira e caminhando em direção a sala do professor. — E ela nao cedeu mesmo, não é? — Potter falou.
— Ah, não. Se a Hermione não viesse com o Córmaco, ela viria. Mas falou que prefere dormir a ficar de vela. — A loira explicou.
— O Córmaco e Mione o que você ach-
— Acho que ela está certíssima. — interrompeu o moreno de forma dura. — Por que?
— Nada. — Potter falou rapidamente.
Não ia correr o risco de deixar a namorada brava por causa do Rony.
Cada um com suas lutas.

🎄🎄🎄🎄🎄


Nas próximas horas, caminhou ao lado de Harry com um sorriso congelado no rosto falando com diversas pessoas.
Slughorn fez de Harry Potter a estrela de sua festa.
— Hermione! Hermione! — Harry falou, livrando-se da última companhia.
— Harry! Ai está você, que bom! — Mione falou, um tanto afobada. — Oi, !
— O que aconteceu com você? — Darling perguntou, olhando para a amiga, que estava toda desalinhada.
— Ah, acabei de fugir… quero dizer, acabei de deixar o Córmaco. Debaixo do visgo. — Mione falou, se explicando. a olhou sem entender.
— Bem feito por ter vindo com ele. — Harry falou, ganhando um olhar duro de .
— Achei que era quem mais aborreceria o Ron. — Granger explicou. — Fiquei na dúvida se ele ou o Zacarias Smith…
— Você pensou em vir com o Smith? — Harry exclamou.
— Isso não vem ao caso, Harry. — falou. — Amiga, mas pelo menos ele é bonito…? — Darling tentou consolar Granger.
— Mas faz um trasgo parecer um cavalheiro… — Granger falou, derrotada. — Vamos por aqui, poderemos ver quando ele vier, é tão alto… — Mione completou, andando sorrateira até um canto.
aproveitou para apanhar mais algumas taças de hidromel no caminho, cairam em uma conversa com a professora Trewlaney, para a felicidade de Harry, a mulher estava muito tonta para reconhecê-lo, o moreno agradeceu internamente, sempre que tinha a oportunidade, Sibila previa a morte de Potter em diversas maneiras.
, educada como sempre, deu ouvidos às críticas da professora a terem Firenze como professor.
— Ah não, ali vem ele! — Hermione falou, um pouco alto e em seguida desapareceu tão rapidamente que parecia ter desaparatado.
Potter aproveitou a deixa e puxou pelo braço, a levando para o meio da sala.
— Arrependida de não ter aceitado minha ideia de fugirmos da festa? — Harry sussurrou no ouvido da namorada.
— Eu acho que não é tarde demais para aceitar. — Ela respondeu, sorrindo marota.
O momento foi interrompido por Filch, que arrastava Draco Malfoy.
— Professor, encontrei esse rapaz se esgueirando…
Enquanto ele falava, e Harry notaram a aparência do sonserino.
— Ele está doente? — perguntou a Harry.
— Não sei… — Potter falou, com a mente dispersa.
A confusão acabou com Snape arrastando Draco para fora da sala, Harry estava inquieto.
— Que situação, hein… — Gina Weasley falou, se aproximando do casal. virou sorridente para a ruiva, iniciando uma conversa, aproveitando a deixa.
— Volto em um instante, … ã… banheiro. — Harry falou, dando um beijo na bochecha da loira e se afastando rapidamente.

🎄🎄🎄🎄🎄


Gina se despediu de e seguiu para a pista de dança, acompanhada de Dino Thomas, Darling esticou o pescoço, procurando por Harry ou Hermione.
Já fazia um bom tempo que Harry havia ido ao banheiro. De repente, um estalo veio a mente de Darling, a loira respirou fundo, enraivecida.
caminhou enraivecida pelo corredor, encontrou com o professor Snape voltando para o salão, o que só confirmou as suas suspeitas.
Andou rapidamente, em vão. Harry certamente estava com sua capa de invisibilidade.
— Harry… — falou, um pouco baixo, temendo entregar o namorado. — Harry Potter! — A loira disse, um pouco mais alto dessa vez.
O garoto apareceu, saindo de uma sala de aula e a puxando para dentro. O moreno tinha uma expressão profunda no rosto.
— Pode se explicar, Harry Potter. — falou, irritada e cruzando os braços. — Eu não acredito que você me deixou plantada sozinha para seguir o Malfoy. — A loira completou.
, era importante. — Harry falou, caminhando de um lado para outro. — O Snape estava se oferecendo para ajudar o Malfoy em alguma coisa.
— Mas eu te falei, Harry… O Snape deve ser um agente duplo… Pelo menos foi isso que os meus pais deram a entender. — falou, sentando na mesa do professor, cansada.
— Que seja. — Harry falou, dando um aceno com a mão, não confiava no Snape, mas todos davam a ele o benefício da dúvida por conta de Dumbledore. — Mas isso significa que eu estava certo e que o Malfoy está aprontando alguma coisa… — Potter disse.
— E estar certo é tão importante que você me deixou plantada sozinha na festa? — falou alto. — O mínimo seria me avisar. — A loira disse, séria.
— Eu já sabia o que você ia falar…
— Porque você está obcecado, Harry. — falou, suspirando. — Você já falou ao Dumbledore das suas suspeitas… Você tem que confiar neles, Harry. — falou, pegando a mão do moreno que havia se aproximado da mesa. — Eles já fizeram isso antes, nós temos que confiar. Principalmente no Dumbledore. — falou a contragosto, a imagem de Dumbledore tinha sido maculada para a loira, após algumas informações que a Sam passou para ela.
Mas era conhecida por ser pragmática e Dumbledore sempre foi um grande bruxo.
— Eu sei, . — Harry suspirou, frustrado aproximando-se e encostando a testa na da loira. — Desculpas. — O moreno pediu, olhando cabisbaixo para loira.
— Eu não deveria te perdoar… — falou, fazendo beicinho. — Mas eu sou uma pessoa muito boa… — acrescentou, sorrindo.
— E é por isso que eu adoro você. — Harry falou, começando a distribuir beijos leves pelo rosto da loira, até chegar em sua boca.
O moreno iniciou um beijo leve, que logo foi aprofundado, com colocando as mãos em volta do pescoço dele e passando as pernas pela cintura de Harry, trazendo o garoto para mais perto dela, Potter suspirou fortemente, encerrando o beijo por alguns segundos.
aproveitou esse espaço para beijar o pescoço de Harry, enquanto as mãos dela passeavam pelo corpo do garoto.
Harry a imitou, passando as mãos nas pernas sedosas da loira, levantando o vestido no processo, as mãos do rapaz chegaram até a bunda de , que aumentou o aperto das pernas em volta da cintura de Harry, sentindo a excitação do garoto.
A sala estava cheia com os suspiros e gemidos dos dois, Harry tirou uma das mãos da perna de e decidiu explorar mais o corpo da garota.
Harry não tinha muita experiência com namoros, tivera apenas uma breve relação com Cho no ano anterior e não tinham ido muito longe, mas estava disposto a aprender e Evi que já tinha namorado por dois anos com outra pessoa, eera uma ótima professora.
Sempre que tinham um tempo livre, que não era comum, passavam explorando o corpo um do outro.
A mão de Harry subiu para o colo da loira, segurando um dos seios dela e apertando, deu um gemido rouco, que deixou Potter ainda mais excitado, o moreno então afastou a parte de cima do vestido para o lado, sorriu para Darling.
— Esse vestido é ótimo, já falei isso? — Harry falou, sem fôlego.
— Foi por isso que usei ele. — respondeu com a respiração entrecortada e gemeu alto, ao sentir Harry colocar o seio esquerdo na boca, sua língua circulou o mamilo da loira que sentiu diretamente no meio das pernas.
— Harry… — gemeu o nome do moreno, enquanto o garoto massageava e chupava os seios da garota, que arfava, pedindo por mais.
Potter se afastou da garota, puxando a camisa de dentro da calça e desabotoando alguns botões, para ficar mais cômodo. Darling aproveitou esse momento para baixar por completo a parte de cima de seu vestido e subir mais na mesa, ficando quase deitada. Quando Harry voltou a se aproximar, puxou a cabeça do moreno, em um beijo caloroso.
Enquanto Harry distribuía beijos por toda a área entre o pescoço e colo da loira, desceu uma de suas mãos para a intimidade de Darling, encontrou o pano de sua calcinha e, em um movimento agora já conhecido por ele, roçou o polegar levemente pelo clitóris da loira que soltou um gemido de prazer, aumentando a excitação de Harry, principalmente ao sentir os mamilos da loira endureceram, o garoto enfiou dois dedos dentro dela, sentindo o quão molhada ela estava, movimentou os dedos em um entra e sai e o corpo de respondeu com um movimento involuntário, pedindo por mais, o garoto sentiu as unhas da loira cravarem em suas costas, fazendo o moreno gemer alto.
As bochechas de estavam vermelhas, os lábios levemente abertos e os olhos apertados, sentindo o movimento de Harry em seu clitóris, enquanto seu corpo se contorce em torno das mãos do moreno e seus quadris levantam, incentivando o movimento de vai e vem.
— Nossa, … — Harry falou sentindo as calças apertadas com o volume, não importava quantas vezes fizessem isso, ver a loira ficar daquele jeito, toda desalinhada, por causa dele, era o mais excitante de tudo.
Harry parou o movimento, querendo experimentar algo que ele fez da última vez e que adorou. O vestido de estava amontoado na cintura da loira, Harry respirou fundo e começou a distribuir beijos pela barriga plana de Darling, seus lábios foram descendo lentamente e suspirou em expectativa, antes de começar, Harry roçou os lábios nas coxas que suspirou em um apelo.
— Harry… — implorou.
Potter passou a língua sobre o clitóris de Darling, que abafou um gemido mais alto, colocando a mão na boca. Harry sorriu satisfeito, antes de voltar a explorar com a boca a intimidade de .
Harry decide acrescentar dedos a brincadeira, desliza um dedo dentro de e continua a trabalhar com a língua, percebe um movimento diferente e percebe que com a outra mão, Potter está se acariciando, trabalhando em sua própria liberação, a visão excita ainda mais Darling, que geme profundamente com a imagem de Harry se masturbando para ela e a boca quente do moreno em sua intimidade.
Harry intensifica os movimentos, chupando, um pouco mais forte, o clitóris da loira que sente todo o corpo ficar mais leve o orgasmo a atingir em cheio, abafou um gemido alto novamente com as mãos e sentiu o corpo de Harry também ficar rígido, liberando-se ao lado dela.
A respiração dos dois demorou a voltar ao normal, aos poucos, ela se regulou e os dois começaram a se arrumar.
Dando risinhos bobos um para o outro.
não colocou os sapatos e Harry deixou a camisa solta, caminharam de mãos dadas e com um sorriso bobo no rosto pelo corredor.
— Você parece muito cheio de si. — falou, brincando.
— Eu estou. — Harry falou, convencido. — E você parece muito feliz.
— Eu estou. — Darling repetiu.
E a verdade é que não tinha, naquele momento em Hogwarts, casal mais feliz que eles.
Os dois se olharam e voltaram a sorrir, planejavam repetir momentos como aqueles durante as férias.
Harry Potter e Darling mal podiam esperar pelas férias.






Fim!



Nota da autora: EU NÃO ACREDITO QUE ME AVENTUREI EM UMA RESTRITA
Espero que gostem e não esqueçam de comentar!
E leiam o especial completo, está maravilhoso <3
Malfeito feito!





Outras Fanfics:
Versão dos Marotos para a noite em que Voldemort foi derrotado by Moony, Padfoot & Prongs
31 de Outubro de 1981, Parte 1
31 de Outubro de 1981, Parte 2
31 de Outubro de 1981, Parte 3
31 de Outubro de 1981, Parte 4
Potterverso em que Voldemort não matou os Potter by Padfoot & Prongs
Sometimes Red, But Always Yellow
Diagon Alley Secrets
The Way to the World Cup
Dinner in Godric’s Hollow
Summer in Godric's Hollow
After Slug Christmas Party
Evie&Harry Christmas
The One-Eyed Witch Passage
The Night Cedric Diggory Broke the Rules
Potterverso em que todos os Marotos tem Filhos by Moony
A Moony Christmas
The Moony's Way
Feat das melhores alunas de Hogwarts: Evie Darling, Samantha Black e Sophie Winter by Moony, Padfoot & Prongs
Kisses in the 3rd Room
Kisses in Hogwarts
Kisses in the Yule Ball
Happy Birthday, Samantha
Outras oneshots & shortfics dentro do universo de HP by Moony, Padfoot & Prongs:
Before All
My Blood - Parte 1
My Blood - Parte 2
My Blood - Parte 3
My First Friend
My First Goodbye
My First Kiss
Playing with the Moon
Sweet Fire
Sweet Fire: The Date
The First Date Of Lily Evans and James Potter
The Prisoner's Muggle
Under the Stars
Longfics by Dih, Isa P. & Reh:
Black & Diggory
Uma Nova História
Uma Nova História II
Black & Diggory II
Black & Diggory III
After All
Orchideous
Between the order and the death eaters


comments powered by Disqus