Sweet Fire: the Date

Última atualização: 01/09/2020

Capítulo único

O ruivo sentia suas mãos suarem sobre a expectativa de que logo chegaria. Não, ele não tomou iniciativa em chamá-la para sair assim que acordou naquele dia. Na verdade, se passaram alguns meses desde que Charles se acordou decidido para convidar a enfermeira para um encontro. E foi exatamente assim que aconteceu, em um belo dia o Weasley acordou com uma onda de inspiração sabendo que naquele dia, tudo daria certo. São raras as oportunidades como essa que você recebe ao longo da vida e seria um absurdo desperdiçá-la.
Então, pela manhã, se dirigiu calmamente até a enfermaria e se sentou em uma das macas, esperando que aparecesse. Enquanto ela não chegava, repassou mentalmente o roteiro que tinha criado em frente ao espelho para chamá-la. Riu baixo, negando com a cabeça. Estava sendo patético.
— Falando sozinho, Weasley? — perguntou, de frente para ele. Tinha se distraído tanto que não a viu chegar. Pulou de leve, rindo do susto.
— Estava falando com você — deu de ombros sorrindo — Só que você não estava aqui.
— E eu posso saber o que? — perguntou interessada, colocando uma mecha em volta da orelha.
— Por acaso você está livre hoje a noite?

Tinha pensado em cada mínimo detalhe para agradá-la. Fariam um piquenique ao pôr do sol com as comidas favoritas da garota. Ao longo dos meses que passou na enfermaria, coletava esses pequenos detalhes para quando o dia chegasse. Também tinha decorado o lugar com suas flores favoritas e em seu lugar preferido de toda a região. Não era exatamente perto do assentamento, mas Charles tinha preparado uma maneira especial de chegar até lá.
Se sentou perto do ponto de encontro e esperou para que ela chegasse. “O que eu visto?” ela tinha perguntado assim que recebeu o convite, recebendo um “a roupa mais confortável que encontrar” como resposta. O ruivo sabia que ela estaria maravilhosa de qualquer jeito.
E não podia estar mais certo. Sorriu de orelha a orelha ao ver chegar com um vestido leve e aparentemente muito confortável, o garoto achou, e incrivelmente lindo na mulher. A enfermeira olhava por todos os lados procurando algo minimamente parecido com um encontro, mas ao não obter sucesso algum, voltou a atenção para o homem.
— Quais os planos para hoje? —ela perguntou sorridente o cumprimentando com um beijo no rosto.
— Piquenique ao pôr do sol no seu lugar favorito — o homem sorriu largamente, claramente orgulhoso de seu feito — E um passeio potencialmente divertido.
— Potencialmente?
— Você vai ver.
Charles sabia que tinha tudo para dar errado, mas torcia veemente para que não acontecesse. Já tinha um tempo que vinha praticando e treinando o jovem Dragão para o passeio mas vocês sabem como são os adolescentes, não precisam de muito para se rebelar.
Caminharam pelo santuário até onde ele estava sendo criado. O pequeno que antes era apenas um ovo, agora ultrapassava fácil os seis metros de altura. Ainda pequeno demais para um dragão mas não grande demais para que não pudessem fazer um passeio seguro.
— Olá Drogon! — cumprimentou o animal, fazendo carinho em sua cabeça — Lembra que eu te falei que traria uma garota muito especial? Bom, aqui está ela. Essa é a .
A mulher parecia encantada. Embora atendesse diversos ferimentos causados por Dragões, nunca teve a oportunidade de ver um tão de perto. Sua curiosidade venceu o medo, a fazendo se aproximar do animal a sua frente.
— Ele é lindo — ela sussurrou com medo de falar muito alto e assustá-lo — É a coisa mais linda que eu já vi.
— Está no meu top 10 — o Weasley respondeu olhando para a mulher, que corou levemente.
Acariciaram mais um pouco o dragão, até que Carlinhos subiu em suas costas e ofereceu a mão para a mulher fazer o mesmo.
— Você só pode estar brincando — ela negou com a cabeça — É loucura.
— Por isso que eu disse potencialmente divertido — ele deu de ombros — Mas o menino aqui está bem treinado para chegar até lá, não esquenta.
— É por isso que você tem aparecido tanto na enfermaria ultimamente?
— Não estamos fazendo de propósito.
A discussão duraria muito mais se ela não tivesse tão encantada com o animal. Quantas pessoas poderiam dizer que voaram nas costas de um dragão? E em um primeiro encontro? era o tipo de mulher que gostava de ter histórias para contar e essa definitivamente era uma ótima história.
Voar em um dragão era diferente de tudo o que a garota já tinha feito. Charles tinha avisado que Drogo não gostava de celas, o que rendeu uma queimadura muito feia para o homem que tentou colocá-las (ele mesmo) e então teriam que ficar diretamente sobre as escamas. Você já andou de cavalos com short? Sentir o pelo do animal lentamente ralando sua perna e deixando a parte de dentro da coxa sensível e machucada? Pois bem, voar em um dragão era como estar voando em um ralador gigante. agradeceu mentalmente por ser uma enfermeira, pois teria muito trabalho consigo mesma quando desmontasse. Mas fora esse único ponto negativo, era a coisa mais incrível que a mulher já tinha feito na vida. O vento sobre seus cabelos, a altura, a velocidade que era muito maior do que uma vassoura poderia alcançar. Drogo brincava no ar, passando por entre as nuvens e deixando o casal um pouco molhados, mas riam cada vez que percebiam que o dragão entraria em cheio em outra nuvem. O sol começava a se pôr lentamente e o homem xingou por acreditar que chegariam mais rápido.
— Não era essa a intenção — gritou para que a enfermeira pudesse ouvi-lo — Já teríamos chegado se ele não desviasse tanto da rota para brincar.
A mulher estava segurando em suas costas, então não precisou fazer muito esforço para ser ouvida. Apenas colou seu corpo ainda mais com o do homem, o fazendo suspirar brevemente, e sussurrou em seu ouvido — Não tinha como o pôr do sol ser mais perfeito.

Agora você pode imaginar que o resto do encontro deve ter parecido meio sem graça em comparação a voar nas costas de um dragão, certo? Mas não tinha como as coisas serem sem graça, principalmente partindo do fato que embora não admitisse, já esperava a algum tempo que o homem a chamasse para sair. As coisas são diferentes quando você está interessado por alguém. Se a mulher falasse que um sanduíche e um suco dentro da enfermaria já seria perfeito, ela estaria falando a verdade.
Então um compilado de todas suas comidas favoritas, no seu lugar favorito e com o cara que ela estava começando a gostar, não poderia existir nada melhor (talvez um passeio de dragão ao pôr do sol com o mesmo cara).
E embora digam que o primeiro encontro é sempre o mais especial, não se pode dizer que ele se esforçou menos nos seguintes.

Fim





comments powered by Disqus