Última atualização: 07/02/2021

Único

Eu passei a noite toda acordado, é estranho o fato de eu sempre sentir que estou sonhando, mesmo acordado. Só que essa noite foi diferente, é minha melhor amiga, e sempre foi assim. Desde a infância, ela vem sendo minha melhor companhia. Mas quando nos tornamos adolescentes, eu senti que algo mudou entre nós dois. Seria burrice dizer que nos tornamos quase adultos e precisou outra pessoa aparecer para que eu entendesse como me sinto em relação a ela? E eu nem sei mais como ela se sente. Acho que estar sozinho aqui, faz com que eu me perca às vezes, eu sinto que nunca acerto e talvez seja verdade.
Quando ela se mudou para este bairro, começou a frequentar a mesma escola que eu, nos tornamos quase como um só. Foi algo instantâneo, nossas famílias se conhecem e nos tratam como se fossemos da mesma família. Mas éramos crianças quando isso aconteceu. De qualquer forma, foi ela quem me mostrou como me encontrar, quando eu mais precisei. Eu seria estúpido demais em deixá-la ir? Mas acho que seria egoísta, ela esteve ao meu lado esse tempo todo e eu nunca enxerguei meus sentimentos por ela.
Ao mesmo tempo, eu acredito que nunca vou ser capaz de encontrar meu caminho se não correr atrás do meu objetivo. sempre foi aquela pessoa que transmitia luz, aquela pessoa que contagia todos os seus dias. Linda e com um sorriso mais lindo ainda, a menininha que sempre me dava a mão para entrar na escola, que me defendia e que eu defendia de todos. Como eu poderia deixá-la ir para os braços de outra pessoa? Encontrar o amor na sua melhor amiga, é uma coisa incrível. Acho que não existiria outra pessoa no mundo com quem eu quisesse compartilhar um futuro, uma vida, se não com ela.
Talvez eu devesse parar de sonhar acordado e ir até ela dizer como me sinto. Talvez não, eu vou fazer isso! Posso ver a luz do sol entrando na minha janela, mas ainda é cedo. Isso me dá tempo para ensaiar o que dizer, ou não. Me olho no espelho rindo da minha própria cara de bobo. Melhor não ensaiar nada, deixar as coisas serem do jeito que sempre foram, naturais. Ouço batidas na porta do meu quarto, batidas leves, e vou abrir curioso. Era ela, com os olhos brilhando, e uma cara triste.
? O que foi? — Pergunto, preocupado.
— Sabe, , sempre achei que você se declararia para mim em algum momento. — Ela abaixou a cabeça. — Então eu vim até aqui, para saber se você tem algo a me dizer! Porque se você não tiver, eu vou com ele, mas , se você disser… — Ela deixou uma lágrima escorrer. — Se você disser, eu não penso duas vezes, eu largo tudo que ele me prometeu, para ficar com você. — Aquilo não foi uma surpresa para mim, mas me deixou sem palavras. — É tão ruim essa sensação. — Ela se jogou na minha cama. — E então, ?
— Eu estava indo até você. — Respondi, de cabeça baixa. — Você sabe que eu abriria mão da minha felicidade para vê-la feliz e que eu jamais iria querer ser egoísta com você. Mas acho que os círculos embaixo dos meus olhos dizem muito por si só. Eu estive esperando para te dizer isso, e é totalmente ridículo que eu não tenha percebido isso antes, mas eu te amo, . — Ela arregalou os olhos, eu não sabia se tinha feito certo ou se tinha apenas a machucado, estava perdido.
...— Ela deixou outra lágrima escorrer. — Por que demorou tanto para dizer isso? Você quase me deixou ir.
— Talvez tenha sido isso que me fez falar, pensar em te deixar ir, era demais para mim… — Ela pulou nos meus braços.
— Você é meu melhor amigo e sempre foi e será o meu amor, seu idiota! Me fez esperar por tanto tempo. — Ela me abraçou com força, e começou a chorar, segurei seu cabelo com uma mão, enquanto a abraçava com o outro braço.
— É, eu sou um idiota. — Eu realmente sou, e agora, eu tinha o mundo nos meus braços. Não posso deixá-la cair, jamais.




Continua...



Nota da autora: oiii gente, eu espero que vcs gostemmm, vou deixar meu insta de autora aqui para que vocês possam conferir minhas outras histórias <3


Qualquer erro nessa fanfic ou reclamações, somente no e-mail.


comments powered by Disqus