Última atualização: 07/01/2022

Prólogo

O elenco de Shingeki no Kyojin se preparava para receber uma premiação. A série estava no ápice e todos os fãs estavam loucos para saber o que iria acontecer. Era o auge da carreira de cada um deles. Uma repórter se aproximou do protagonista, Eren Yeager, para entrevistá-lo.
— Eren, como você está se sentindo com todos esses fãs, com todo o sucesso que a série e você estão fazendo? — Perguntou a mulher, Eren sorriu e jogou o cabelo para trás.
— Esses momentos têm sido os melhores momentos que estou vivendo, eu não consigo nem descrever a sensação, mas sou extremamente grato por tudo! — Respondeu ele, sorrindo.
— E esse cabelo novo, tem algo a ver com a nova temporada?
— Talvez. — Ele sorriu sapeca. — Não posso dar spoilers, mas fica no ar. — Eles riram fraco, Levi apareceu um pouco distante deles e todos gritaram.
— E como você se sente com todo o foco que o Levi recebe? Acha que ele estava ofuscando um pouco seu protagonismo? — Eren riu da pergunta da jornalista.
— Ele pode até ter bastante foco porque as pessoas acham que ele é muito bom, mas eu preciso confessar algo em que ele é ruim. — Eren se inclinou para frente, a repórter fez o mesmo. — Ele é péssimo com as garotas. — A repórter riu.
— Entendi, Eren, me diga… O que podemos esperar da próxima temporada? — Eren coçou o queixo com a pergunta.
— Bom, vocês podem esperar lágrimas, lutas épicas e cenas chocantes, é apenas o que eu posso dizer. — Ele sorriu, tentando se controlar para não dar mais spoilers.
— Certo, você é famoso por dar spoilers, parece que está se controlando bem.
— Bom, eu recebi algumas ameaças do Levi e da Mikasa, então, eu prefiro fechar a boca até o lançamento. — Os dois riram.
— Certo, obrigada pela entrevista, Eren!
— Eu que agradeço por não tentar arrancar as informações à força de mim. — Respondeu, rindo. A repórter sorriu, apertou sua mão e caminhou até Levi.
— Levi, poderia responder algumas perguntas? — O homem sorriu e assentiu. — O que podemos esperar do Levi na próxima temporada?
— Como sempre, lutas marcantes, infelizmente não posso dizer mais que isso, senão estaria dando spoilers. — Ele sorriu, a repórter assentiu.
— Eu entendo, eu vou repetir a pergunta que fiz para o Eren, mas vou alterar a ordem: como vocês se sente sabendo que muitas vezes o seu personagem rouba o foco do protagonista?
— Eu não sei muito bem, mas acho que é o certo, já que meu personagem é melhor e mais forte que o protagonista.
— E você acha que os fãs depositam muita expectativa no seu personagem?
— Com certeza! — Ele sorriu de lado. — Mas ele sempre consegue atender as expectativas dos fãs, e isso é muito bom.
— Excelente, estamos todos ansiosos para essa temporada! Foi ótimo conversar com você! — A repórter sorriu para ele, que retribuiu o sorriso. Ela saiu andando junto com seu câmera. — Se um homem desse pisasse em mim, eu agradeceria. — Murmurou para o câmera, que riu.
— O que você disse? — Perguntou Hange, que ela não tinha visto atrás dela.
— Eu? Não disse nada! — A repórter logo tratou de desconversar, mas Hange havia escutado muito bem.
— Ah, você disse sim! Você vai ser a nossa salvação! — Hange saltitou de alegria.
— Como?
— Você vai sair com o Levi, e aí ele pode te pisar.


Capítulo um — A repórter

desejava enfiar sua cabeça em um buraco, ela nunca escondeu das pessoas próximas que tinha um crush absurdo no Levi, mas ali, de frente para o elenco e em um evento, ela era apenas uma repórter fazendo seu trabalho. Uma repórter que sentia seu rosto inteiro queimar, de vergonha, e sabia que provavelmente estava vermelha demais.
— Hange! — Disse Erwin, que escutou parte do diálogo. — Não faça isso. — O homem sorriu para , talvez ela só não devesse entrevistá-los, ser uma fã estava causando problemas para ela, desde seu comentário inapropriado sobre Levi, até o sorriso de Erwin naquele momento, que a derreteu. Ela não podia negar que aquele elenco era incrivelmente bonito, e ela sempre era escolhida para tudo sobre Shingeki No Kyojin, porque era quem mais entendia sobre a série, mas estar frente a frente com o elenco era totalmente diferente que escrever artigos.
— Você não escutou o que ela disse? — Perguntou Hange, com uma risada sapeca surgindo nos lábios.
— Mas você está a constrangendo! — Retrucou Erwin, mantendo uma expressão simpática. Levi se aproximou deles com uma expressão confusa.
— Por que estão importunando a repórter? — Perguntou ele, com o olhar fixo em Hange.
— Apenas estava a convidando para beber com a gente depois daqui, na comemoração na sua casa. — Explicou Hange, Levi arqueou uma sobrancelha e olhava para os lados procurando o câmera que estava com ela, querendo fugir dali. Ela não conseguia responder nada e nem reagir, não se lembrava onde Leo havia dito que iria e queria correr dali o mais rápido possível.
— Bom, duvido que ela saiba o endereço. — Respondeu Levi, estendendo a mão. apenas encarou a mão do homem, que riu fraco da falta de reação dela. — Seu celular, para anotar o endereço da festa. — Ela não respondeu, apenas entregou o celular desbloqueado, Levi escreveu no bloco de notas e deixou o número de seu celular salvo. — Pronto, salvei meu número para caso precise de ajuda para encontrar o endereço, a festa é às 22:00. — Hange vibrava atrás dele, cutucando Erwin, e foi aí que despertou. 22:00? Ela precisava estar na empresa às 6:00, era impossível ir nessa festa, ela engoliu seco e respirou fundo.
— Obrigada pelo convite, talvez eu não consiga ir, mas agradeço mesmo assim. — Respondeu, sorrindo envergonhada.
— Tudo bem, mas você deveria ir, não é comum convidarmos jornalistas, mas se é amiga da Hange… — Hange o interrompeu.
— “Tá” brincando? é a única que nos entrevista sem invadir nosso espaço e ainda escreve ótimos artigos, tenho certeza que tê-la no nosso grupo de amigos será ótimo. — Disse ela, Erwin pareceu ter um momento de clareza.
— Claro, , da Midnight! Tenho uma entrevista com o Moblit e o Miche na Midnight na sexta, acho que vai ser com você. — Disse ele, mantendo o sorriso.
— Sim, sim. — Respondeu ela, sorrindo, até que sentiu uma mão tocar seu ombro e quase suspirou aliviada quando viu que era Leo. — Bom, obrigada pelo convite! Preciso voltar ao trabalho. — Disse, saindo o mais rápido que podia dali e puxando Leo, nem esperou a resposta dos outros. Leo estava confuso com a afobação da colega de trabalho e com o que ela havia dito.
— O que foi, garota? Que convite foi esse? Você tá suando frio! — Perguntou ele, percebendo o estado da garota.
— A Hange escutou o que eu disse para você. — Respondeu , suspirando.
— Sim, até aí eu vi, mas precisei ir ao banheiro, o que aconteceu depois? — Perguntou, exalando curiosidade. pegou uma garrafa de água na mochila do câmera e abriu.
— Ela me disse algo sobre sair com o Levi, aí o Erwin chegou e o Levi chegou, e ela me convidou para uma festa na casa dele, ele me passou o endereço, o número do telefone dele e o horário, que por sinal é às 22:00. — Ela bebeu um gole da água que estava em suas mãos. — Eu nem terminei de entrevistar os outros, fiquei tão nervosa e não imaginava que isso iria acontecer, por que eu sou tão bocuda? — Perguntou, suspirando e bebendo mais um gole de água.
— Tudo bem. — Disse Leo, se segurando para não rir dela. — Entrevistamos o suficiente, quando eu estava no banheiro o Robert disse que podemos ir, Ayla e Tim vão terminar a cobertura do evento, que é a função deles. — Leo parecia aliviado, e entendia o motivo, se Ayla e Tim perdessem a cobertura do evento, eles iriam declarar guerra contra Leo e , e eles tinham mais fama e tempo na casa, Robert inventou que a participação de e Leo seria apenas para evitar que os outros dois ficassem no meio de vários repórteres e no sol, mas era nítido o quanto os famosos preferiam ser entrevistados por .
— Acho que deveria ir na festa. — Disse Leo, enquanto guardava a câmera. — Eu te cubro, vai curtir um pouco, garanto que Ayla vai morrer de inveja. — suspirou.
— Eu não sei, achei super inesperado, e não sei se me sentiria à vontade sem conhecer ninguém. — Respondeu, começando a caminhar em direção ao estacionamento.
— Pelo menos você pode ter acesso ao conteúdo que os outros não terão. — Sugeriu ele.
— Não acho certo, eles confiaram em mim quando fizeram o convite, seria falta de consideração expor algo da festa. — Leo assentiu, ela estava certa. — Ah, você sabe de alguma entrevista minha com o Erwin, Moblit e Miche?
— Não sei de nada, mas você tem uma entrevista na Midnight na Sexta, é com eles? — Leo sabia de tudo sobre , porque além de colegas de trabalho, eles eram melhores amigos.
— Pelo visto sim, Erwin que me disse. — Respondeu a mulher, colocando a mão no bolso e pegando a chave do carro.
— Pelo visto vocês conversaram bastante.

No lado oposto ao estacionamento, Levi estava tentando entender o que Hange estava tramando com os outros.
— Antes de aprontarem algo, pensem nas consequências, tá? — Disse ele, enquanto os outros cochichavam.
— Ainda não acredito que convidaram a repórter para a festa de hoje. — Disse Jean.
— Ah, ela parece ser legal! — Sasha exclamou, Connie e Historia assentiram.
— Vai ser ótimo se ela for, gente. — Disse Hange. — Não é, Levi? — Perguntou ela.
— Ela disse que acha que não vai poder ir, mas seria legal se fosse mesmo. — O homem deu de ombros.
— Erwin parece ter se interessado. — Disse Miche, fazendo todos olharem para Erwin, que parecia estar procurando alguém.
— Será que eles foram embora? — Perguntou ele.
— Provavelmente. — Levi viu dois rostos conhecidos da Midnight. — Ali, tenho certeza que colocaram esses dois no lugar deles. — Ele apontou discretamente para Ayla e Tim. Erwin parecia mesmo ter se interessado por , mas Hange não queria isso, viu aquela fala da repórter como a oportunidade perfeita para o Levi sair com alguém e encher menos o saco, e ele logo passou o número do celular, não é como se ele não tivesse se interessado também, e seria ótimo para que ele deixasse de ser tão chato.
— Ela disse que se o Levi pisasse nela, ela agradeceria. — Disse Hange, para surpresa de todos. Sasha e Connie caíram na gargalhada, Erwin tentou disfarçar a vergonha, enquanto os outros prendiam o riso e Levi tentava permanecer sério, mas Mikasa podia jurar que viu um sorriso no canto dos lábios dele. Aquela declaração deixou Levi pensativo, e arrependido.


Continua...



Nota da autora: oii gente, tudo bem? espero que sim! espero que tenham gostado <3 vou deixar meu insta de autora, pra vcs conferirem minhas outras fics, e o grupo no whatsapp de leitoras, beijos!


Outras Fanfics:
» Trovão de Konoha
» Spin-off de Trovão de Konoha
» Trovão de Konoha: Road to Ninja

» A Irmã do Relâmpago Amarelo
» Asas da Liberdade
» Exterminate
» Loyalty
» Nukenin
» O Legado Uzumaki



Nota da scripter: Oi! O Disqus está um pouco instável ultimamente e, às vezes, a caixinha de comentários pode não aparecer. Então, caso você queira deixar a autora feliz com um comentário, é só clicar AQUI.

Qualquer erro nessa fanfic ou reclamações, somente no e-mail.
Para saber se a história tem atualização pendente, clique aqui


comments powered by Disqus