Contador:
Última atualização em: 18/05/2021
Music Video: Don't Say Goodbye - Davichi

Prólogo

– Hoje, dia 12 de setembro, faz cinco anos desde o desaparecimento de Jim Hana. A jovem tinha 19 anos quando desapareceu misteriosamente ao sair da faculdade...
desligou o rádio no meio da reportagem. O dia tinha sido cansativo, sua pesquisa estava esgotando-o e ele só queria dormir. Guardou o telescópio dentro da estufa junto do rádio e trancou a porta do terraço, descendo as escadas sem pressa, com seu notebook encaixado sob o braço.
As estrelas brilhavam e encantavam-no. Esse era um dos pontos positivos de morar no campo: o céu estrelado. Não trocaria a sua pesquisa sobre astros por nada.
– Quem está aí? – Perguntou para o vazio assim que escutou um barulho próximo.
Percebeu estar sozinho, mas sua pele continuava arrepiada. O som soou novamente e se virou para trás, dando de cara com um saco preto.
Engoliu em seco. Algo dentro do saco se mexeu e o rapaz caminhou com os braços posicionados caso algum bicho pulasse dali. Com a curiosidade falando mais alto, agachou-se e abriu o saco.
Uma garota.
Seu coração deu um salto com o susto. O que aquela menina estava fazendo dentro de um saco de lixo na porta de sua casa?
– Ok, duas opções. – Ele se levantou e respirou fundo, tentando regular as batidas descontroladas dentro do peito. – Posso deixá-la aqui e fingir que não vi nada, ou levá-la para casa.
Sua mente estava confusa. A garota não parecia uma ameaça, mas levar uma estranha desacordada para dentro de casa soava como uma ideia insana. E se ela fosse uma ladra profissional e aquele fosse um de seus golpes?
sentiu a pele se arrepiar por completo mais uma vez. Decidido em não fazer nada a respeito, andou até sua porta e agarrou a maçaneta, sem coragem de entrar em casa. Mas e se a garota estivesse perdida e precisasse de ajuda?
Bufando alto, irritado com sua própria empatia, voltou para onde o saco estava e abriu-o novamente. Cuidadosamente, pegou a garota e carregou-a desajeitado para dentro de casa. Sua consciência suavizou, mas seu receio permanecia com a estranha tão próxima.
Deitou-a no largo sofá, voltando o caminho para trancar a porta da frente.
– Que fedor. – Reclamou ao aproximar-se da sala.
A garota dormia serenamente no sofá, apesar de estar malcheirosa e com o rosto sujo.
– Eu não vou dar banho nela.
O rapaz foi até a cozinha, a fim de preparar um simples macarrão instantâneo e matar a fome. Sua mente pulsava nervosa, como se tê-la ali fosse uma péssima ideia. Na verdade, sabia que não daria certo ter uma garota desconhecida com ele.
– Por que eu ainda estou pensando nela? – Resmungou para as paredes.
Ele tinha a mania de conversar sozinho, mas estava sentindo-se um tolo por não parar de murmurar nem por um segundo.
Comeu seu macarrão rapidamente e cruzou a sala, desejando apenas tomar um banho e dormir. Seus olhos pararam na figura deitada em seu sofá e respirou fundo, parando para observá-la por algum tempo.
A estranha era jovem e bonita. Muito bonita. Seu corpo magro e pequeno parecia implorar por comida, além de algumas marcas arroxeadas nos pulsos e pescoço. Certo, aquela moça passara por algum sufoco e deveria estar fugindo, não era possível.
– Espero não me arrepender de te ajudar, garota.
Mordendo o lábio inferior, ainda preocupado, virou as costas e andou até o banheiro, tomando seu esperado banho. A água gelada escorria pelo seu corpo, aliviando um pouco da tensão em seus ombros. O pior era que, apesar de sua consciência estar mais leve por ajudar a garota, não conseguia acalmar-se totalmente.
Fechou o registro e secou-se rapidamente, querendo abafar seus pensamentos receosos ao deitar a cabeça no travesseiro. Com o corpo cansado, conseguiu dormir não muito tempo depois.


Continua...



Nota da autora: "Oi, gente! Tudo bem?
Confesso que esse MV não era para se tornar uma long, porque, né... Hahaha, já estou totalmente afundada mesmo. Bem, eu amo essa música de paixão e o clip é perfeito. Espero que vocês gostem do decorrer da história, e pretendo trazer a continuação o mais breve possível! Não desistam de mim (e das minhas outras trocentas longs)
Mas é isso! Um cheiro e se cuidem!!
~xoxo"



Nota da beta: Oi! O Disqus está um pouco instável ultimamente e, às vezes, a caixinha de comentários pode não aparecer. Então, caso você queira deixar a autora feliz com um comentário, é só clicar AQUI.


Qualquer erro nessa fanfic ou reclamações, somente no e-mail.


comments powered by Disqus