Psicologia do Amor
by Rocha, LP


Runaway
by Luiza

01. Pray You Catch Me
by Joziane Barbosa


Bad Reputation
by Rah

06. Mean
by Bruh Fernandes


Milena Kis
+Entrevista

Top Fictions

Top Ficstape

Top Shortfic

Entrevista #008

Letícia Almeida, autora da conhecida fiction restrita Secretary, nos concedeu um tempinho para conversarmos sobre as fanfics, o site, o prêmio de Autora do Mês e muito mais. Apesar de a garota ter insistido várias vezes em estar nervosa, o resultado foi uma conversa leve, super gostosa e franca, como você pode checar, na íntegra, abaixo:

Fanfic Obsession: Como você conheceu o Fanfic Obsession?

Letícia Almeida: Bom, conheci o Fanfic Obsession graças a uma amiga. Ela me disse que existia um site em que as fictions eram interativas, e eu ainda não tinha lido nenhum desse tipo. Claro que eu fui correndo no site e escolhi uma qualquer para ler. Nem preciso dizer que foi amor à primeira vista, preciso? Esse mundo começou a fazer parte dos meus dias e fiquei super viciada. Foi maravilhoso.

FFOBS: E por que você decidiu começar a escrever para o site?

L: Eu observava todas aquelas fics, toda a criatividade que as autoras possuíam e pensei “Se elas podem, eu também posso!” A primeira fic que eu mandei foi realmente um fracasso, tanto porque eu ainda não estava habituada a escrever histórias, como porque realmente pareceu não agradar. Mas eu não me importei e continuei apenas sendo leitora asídua. Meses depois eu tive a brilhante ideia de começar a escrever de novo, e dessa vez resolvi me jogar de cabeça. Mandei para o site e esperei o tempo passar. E hoje vocês podem ver o resultado em Secretary.

FFOBS: Já que você mencionou, vamos falar de Secretary. É uma fiction que está sempre no Top Fictions e, além de ser muito acessada, sempre recebe muitas críticas, a maioria positiva. A que você acha que se deve o sucesso da fic?

L: Sinceramente? É, eu não sei direito como responder essa pergunta, porque esse sucesso não foi esperado por mim. Não que eu seja pessimista em relação às coisas que faço, mas ver algo que eu escrevi crescer dessa maneira é simplesmente incrível e um pouquinho assustador. Eu simplesmente não tenho como expressar o que sinto quando o Top Fictions é atualizado e ela está lá, quando recebo aqueles comentários divinos de pessoas que eu mal conheço e mesmo assim me apoiam tanto. É mágico saber que A SUA FANFIC está entre as preferidas de várias garotas, sabe? No meio de tantas histórias boas. Acredito que o que talvez possa ser responsável pelo sucesso de Secretary é o enredo. Toda aquela ação, personagens malvados, situações agoniantes. Talvez também pelo fato de ser restrita (quem não adora uma restrita?) e envolver toda uma história do passado dos personagens, o que faz as pessoas não desistirem da fanfic até saber o que os levou a tudo.

FFOBS: A divisão de Secretary em duas partes estava planejada desde o início ou veio de acordo com a resposta do público?

L: Quando eu comecei a desenvolver Secretary, não estava nos planos que ela tivesse uma continuação, tudo aconteceria naquela única parte e só! Mas com o passar do tempo eu fui percebendo que tinha muito história pra contar, muitos segredos a desvender e comecei a considerar uma continuação. Continuei a escrever e manti isso em segredo, até que as leitoras começaram – antes mesmo da primeira parte finalizar – pedir que eu fizesse uma segunda. Acredito que quando você gosta de algo, você torce para que nunca termine ou que pelo menos o fim seja demorado. E eu estou atendendo a vontade de minhas leitoras, e mostrando-lhes um pouco mais da vida dos personagens que elas tanto amam! (Vocês os amam, não é, meninas? hahaha)

FFOBS: Sobre os personagens: o quanto das suas características, ou das de pessoas que você conhece, você usa para criá-los?

L: Todos os personagens têm pelo menos uma característica minha ou de alguém que está em minha vida, mas eu preferi criar personalidades totalmente diferentes das que estou acostumada a lidar. Por exemplo, se você me perguntasse se eu e a personagem principal somos iguais, com toda a certeza eu te diria que de maneira alguma! Montei ela para ser ingênua, insegura e acabar cedendo facilmente às vontades daquele que ela ama. Eu não seria assim, acredito. Sou muito mais impulsiva e “brava”, então se ela tivesse sido inspirada em mim, as pessoas iam se assustar com a “guerra” que Secretary se tornaria (risos). Sobre o personagem principal, eu costumo dizer que fiz um mix dos personagem Damon Salvatore e Chuck Bass. Todo aquele emocional instável, sentimentos escondidos e uma frieza que na verdade é mais um escudo para se proteger do mundo. Gosto bastante dele e espero mostrar todo o seu psicológico para as leitoras nessa segunda parte!

FFOBS: E quais são suas maiores inspirações para escrever o enredo da história?

L: Primeiro de tudo: música! Acho que Secretary não existiria se não fossem pelas músicas que eu escutei enquanto pensava em novas ideias, organizava o roteiro e montava os capítulos. Costumo dizer que não consigo nem pensar direito sem música. Filmes de ação e personagens problemáticos (como já citado) também me dão uma grande ajuda. E, se me permite dizer, minha mente costuma ser uma loucura “vinte e cinco” horas por dia, muitas vezes eu nem preciso ter uma inspiração concreta e aquelas ideias malucas já chegam sem aviso prévio.

FFOBS: Quais são os seus planos para um futuro próximo em relação à escrita?

L: Sem sombra de dúvidas eu desejo muito continuar a escrever. Muitas fanfics e até realizar um dos meus sonhos de infância, que é escrever um livro que agrade pelo menos cinco pessoas. Ainda considero-me um “bebê” nesse mundo de histórias e personagens diversos, sei que ainda estou longe da total perfeição com as palavras, mas busco todos os dias evoluir e provar a mim mesma que posso conquistar meus objetivos nessa área. E voltando a falar de fanfics, espero que minhas leitoras continuem a ler o que eu publicar, mesmo que essas novas histórias sejam completamente diferentes de Secretary.

FFOBS: O que você pensa sobre as votações dos prêmios do mês no Fanfic Obsession, no sentido da forma como elas estimulam a escrita e leitura das fanfics?

L: Aprovo totalmente! Pensar que você pode conquistar tais prêmios estimula muito, faz você se esforçar e correr atrás do sucesso de sua fic. Sucesso esse que não virá cedo, na maioria dos casos, mas acredito que todas as escritoras um dia vão conseguir o seu tão merecido reconhecimento. Tem histórias muito boas no FFOBS, que só precisam de um empurrãozinho para que todos tenham o prazer de conhecê-las. Uma fic ter pouco comentários e não ser muito conhecida não a torna ruim e vice-versa. Em todo o caso, os prêmios são o estímulo que essas autoras anônimas precisam. Outra coisa que também ajuda é não desistir, como diz aquele conhecido clichê: Roma não foi construída em um dia.

FFOBS: E como é a sua relação com as suas leitoras, com a beta-reader ou qualquer outra pessoa envolvida nos processos da sua fanfic?

L: Minhas leitoras são maravilhosas, nossa relação é muito boa! Gosto sempre de saber a opinião delas, o que elas tem a dizer sobre o desenrolar de minha fic e também adoro quando elas me lembram de algum errinho ou fazem uma critica construtiva, porque isso ajuda MUITO. Aliás, é incrivel o modo como pessoas que você não conhece te ajudarem tanto com simples palavras, não é? Sou agradecida demais a todas essas lindas. Uma coisa que me deixa muito feliz (acho que o que me deixa mais feliz em escrever uma fanfic) são as amigas que consegui conquistar nesse tempo. Pessoas que se tornaram importantes demais! Com minha beta (Lilá, sua linda!) também é tudo perfeito, ela é uma das melhores betas e sempre está disposta a me ajudar com Secretary e até com outras fics que já mandei para ela betar, queria que ela soubesse o quanto sou agradecida, já que sem ela talvez minha fanfic nem estivesse no site.

FFOBS: Bem, a nossa entrevista chegou ao fim, Letícia. Em nome de toda a equipe, gostaria de agradecer pelas palavras e pelo tempinho concedido, e também abrir um espaço para você mandar algum recado para quem estiver lendo, caso tenha vontade!

L: Primeiramente, gostaria de dizer que estou muito, muito, muito feliz por essa oportunidade. Considero o Fanfic Obsession um tipo de segunda casa e o que eu puder fazer para esse site continuar sendo maravilhoso, eu farei! Gostaria de agradecer à Natália Smith, pois se não fosse pela campanha escondida que ela fez (descobrir que eu estava ganhando votos graças a ela foi uma surpresa!), eu não estaria tendo essa oportunidade incrivel. E também porque ela se tornou uma amiga incrível. Agradeço à Verônica Osik, por ser a pessoa que mais me apoiou com tudo isso, sinto-me emocionada devido ao carinho que ela demonstro por mim e por Secretary, é uma coisa de outro mundo! Agradeço também a minhas outras amigas (elas vão saber quem são) por me aguentarem e serem as melhores pessoas do mundo. Por fim, deixo um agradecimento especial a todas as outras leitoras que fizeram tudo isso virar realidade. Espero poder continuar muito tempo com vocês, espero que minhas estórias continuem a ter um significado em suas vidas. Porque vocês tem um SUPER significado na minha. Tudo isso é muito emocionante! <3