Conversamos com a Samantha, autora do mês de Julho e autora de Pull Me In. O papo foi divertido e leve e você poderá conferir na íntegra agora.

Fanfic Obsession: Qual foi a sua maior inspiração para a criação de “Pull Me In”?

Samantha: Para falar a verdade, não tive uma maior inspiração. A PMI foi uma coisa que… Simplesmente veio, sabe? Eu estava conversando com uma amiga e disse a ela que queria escrever um suspense, aí a ideia simplesmente veio. Mas, claro, alguns filmes de ação/suspense colaboraram nas ideias, assim como várias músicas. Por mais estranho que isso soe, eu realmente não tive uma maior inspiração.

FFOBS: Em algum momento, pensou em desistir da fanfic por achar que ninguém estava gostando?

S: Não, nunca! Como escrevo há um bom tempo, não me importo se tenha só uma leitora (fantasma ou não) lendo. Se fosse só para a minha melhor amiga ler, eu continuaria escrevendo. É algo que eu realmente gosto, desistir nunca esteve nos meus planos.

FFOBS: Já pensou em escrever um livro? (Leila Azevedo)

S: Sim. Confesso que um dos meus maiores sonhos é escrever um bom livro de suspense.

FFOBS: Muitas autoras de fanfics, atualmente, pensam em transformá-las em livros. O que você acha disso?

S: Olha, vou confessar que não tenho uma opinião concreta sobre isso. Acho que algumas (poucas) fics dariam certo como livro, outras não. E também acho que a idade da autora conta muito. Eu, por exemplo, tenho só 16 anos e não faria um livro de fanfic minha por achar muito cedo. Acho que para lançar um livro você precisa ter o pé bem no chão mesmo, e algumas autoras não têm. Então acho meio exagerado às vezes.

FFOBS: Qual foi a sua reação ao descobrir que fora escolhida como autora do mês do Fanfic Obsession?

S: Gritar, hahaha. Minhas leitoras são dessas que curtem surpreender. Comentei com elas sobre a votação no twitter e, logo depois que começou, eu vi algumas votando. Mas pensei “ah, não vou ganhar agora. A PMI acabou de ser fic do mês…”, aí quando saíram os resultados e eu vi meu nome, simplesmente soltei um grito haha. Depois fui me acalmando, mas foi um surto bem grande porque eu nunca imaginei chegar aqui.

FFOBS: De onde saiu o nome “Pull Me In”? (Leila Azevedo)

S: De uma música do The Kooks. Assim que eu coloquei a música pra tocar e comecei a escrever, achei que tinha super a ver com o enredo que eu montei e aí decidi colocar esse nome.

FFOBS: Você acha que a cobrança por atualizações faz parte desse “mundo” de fanfics ou não gosta de ter que lidar com isso?

S: Acho que faz parte. Não me importo com essa cobrança porque tenho muitas leitoras que entendem a minha demora pra atualizar e tudo o mais. Acho essa coisa muito normal, porque, sabe, antes de começar a postar aqui, eu também sou leitora e confesso que pressiono as autoras também, mesmo que um pouquinho, hahaha.

FFOBS: Você segue algum tipo de cronograma – com início, meio e fim da sua história – para conseguir escrever?

S: Sim, sim. Acho isso super importante, ainda mais pra mim que vivo tendo ideias novas. Eu tendo pelo menos um “resumão” de tudo o que quero fazer, fica mais fácil de adicionar essas ideias.

FFOBS: Quando você começou a escrever? (Leila Azevedo)

S: Comecei a escrever aos 12 anos, na época das webnovelas no Orkut e tal.

FFOBS: Bom, essa entrevista vai terminando por aqui. Caso queira deixar algum recado final, fique à vontade!

S: Bem, acho que não tenho muito o que falar aqui. Mas eu gostaria muito de agradecer a todas as leitoras que votaram em mim. São todas umas fofas! Eu tô super feliz por ter conseguido tantas leitoras assim por aqui. De verdade mesmo. Quero agrader as minhas betas também (porque desde que comecei a postar eu já tive 3 hahaha), porque todas elas me ajudaram muito e foram super fofas! Enfim, é isso. Obrigada de verdade, gente!