Psicologia do Amor
by Rocha, LP


Runaway
by Luiza

01. Pray You Catch Me
by Joziane Barbosa


Bad Reputation
by Rah

06. Mean
by Bruh Fernandes


Milena Kis
+Entrevista

Top Fictions

Top Ficstape

Top Shortfic

Entrevista #022

Conversamos com a Gi Sanches, autora do mês de Janeiro e autora de Small Bump. O papo foi divertido e leve e você poderá conferir na íntegra agora.

Fanfic Obsession: Como foi desenvolvido o enredo de Small Bump? Há alguma influência da vida real?

Gi Sanches: Small Bump surgiu, literalmente, do nada. Eu estava fazendo um trabalho pro colégio e já fazia mais ou menos umas duas horas que eu estava naquilo.
Então eu abri outra aba do word, e escrevi o prólogo. A idéia não era nem fazer um prólogo, apenas um texto. Assim que ficou pronto, eu tive a idéia da fic
e já vi a história toda perfeitamente na minha cabeça.
Mesmo sendo nova, já lidei com perdas importantes, então de certa forma, a morte da melhor amiga (não que a minha melhor amiga tenha morrido) foi
influenciada pelo conhecimento que eu já tenho sobre a perda, sim. Fica mais fácil escrever sobre alguma coisa que a gente já sentiu ou viveu, então me ajudou muito.
Fora que, sou leitora fiel de livros de ficção. Amo histórias que envolvem assuntos irreais e dentre os meus favoritos, estão os anjos.
Gosto de dizer que SB é uma fic que eu gostaria de ler, se não escrevesse.

FFOBS: Se sua vida fosse uma fic, qual seria o nome? Por quê?

GS: Tem uma música chamada Unwritten que diz muito sobre mim, porque eu não costumo deixar de fazer nada que eu realmente queira,
já que ninguém mais vai fazer por mim. Então provavelmente Unwritten seria o nome. Ou Try, que é outra música com a qual eu me identifico muito.

FFOBS: Como conheceu e onde/quando começou a ler fic?

GS: Um pouco antes do meu primeiro show do McFly em Maio de 2009, uma amiga comentou comigo que estava lendo uma fic no FFADD.
Eu nem sabia o que eram fics interativas até então e aí comecei a ler She Cares? junto com ela. Nunca mais larguei hahahahaha.

FFOBS: Quando você começou a escrever? Lembra como foi sua primeira história?

GS: Eu comecei a escrever muito novinha. Desde os 11, 12 anos eu já escrevia textos, já tinha blog e tudo mais. Mas minha primeira fic, eu comecei a escrever
com essa mesma amiga que me apresentou o FFADD e se chamava Gives You Hell. Era uma história meio boba sobre intercâmbio e nós nunca chegamos a terminar.
Eu me divertia muito escrevendo e acho que ainda tenho salva. Quem sabe eu não reescrevo e envio pro FFOBS um dia?

FFOBS: Se você tivesse o poder de dar vida a uma personagem sua, qual seria? Por quê?

GS: Difícil escolher um só, porque eu amo todos os meus personagens hahahaha Eu escolheria o melhor amigo. Eu sou uma pessoa que prefere mil vezes a amizade de
uma pessoa do sexo masculino, do que do feminino. Por esse motivo, acho que seria bom se eu pudesse ter um melhor amigo como ele.
Que me defendesse, me mimasse, me amasse do mesmo jeito que ele ama a principal.

FFOBS: Você gosta de montar suas personagens a partir de pessoas que você conhece ou simplesmente vai agregando valores morais conforme vai escrevendo?

GS: Todos os meus personagens tem um pouquinho de mim, do mesmo jeito que todos tem características das quais eu não gosto de lidar. Acho importante fazer com que eles tenham defeitos porque todos nós temos que aceitar
defeitos de muita gente ao nosso redor e isso torna a história mais real. Personagens perfeitos são vazios e eu faço questão que os meus sejam os mais reais possíveis, para que as leitoras
consigam se colocar de verdade na história.

FFOBS: Se você pudesse escolher apenas um capítulo para enviar a alguém para que esse alguém ficasse curioso e com vontade de ler a história inteira, qual seria?

GS: A história tá bem curtinha ainda, mas acho que o capítulo 04 é o meu favorito até agora. Nele tem uma das partes que eu mais gostei de escrever.

FFOBS: O que podemos esperar de Small Bump daqui pra frente?

GS: Isso nem eu sei hahahahha brincadeira! É que na verdade eu sempre começo um capítulo com um propósito e no meio dele tenho uma idéia brilhante e então dou várias voltas até eu achar que está perfeito.
Não gosto de dar spoilers, mas por enquanto as idéias estão a milhão e tenho certeza que as leitoras curiosas ficarão felizes nos próximos capítulos.

FFOBS: Quais são os seus próximos projetos?

GS: Há um tempinho atrás o FFOBS fez um challenge que eu não me lembro qual era o tema agora, e eu comecei a escrever. Não cheguei a enviar porque parei de escrever e não estava nem na metade ainda,
mas eu realmente gostei do que comecei e acho que vou trabalhar na história um pouco mais pra frente. Por enquanto, meu foco está completamente em SB.

FFOBS: Bom, essa entrevista vai terminando por aqui. Caso queira deixar algum recado final, fique à vontade!

GS: Eu queria agradecer primeiro às minhas leitoras que são muito, muito lindas comigo. A cada elogio que elas me fazem, é um sorriso verdadeiro que eu dou no dia, juro.
Agradeço também à Dani que tem muita paciência com meus errinhos bobos de script e que sempre beta SB com carinho, ao FFOBS por dar à mim e à tantas outras leitoras a oportunidade de publicarem suas histórias, e por último,
mas nunca menos importante, queria deixar aqui meu agradecimento à Vania e ao Mário que são meus melhores amigos e foram os primeiros a me apoiarem com essa história maluca! Amo vocês.