É normal e totalmente aceitável você abrir uma fic e encontrar um erro de português, afinal, nem todo mundo é pós-doutorado em português para eliminar todo o tipo de erro em um texto, mas tomar cuidado com o que escreve já ajuda e muito o trabalho das betas, que têm a função de apenas corrigir os erros de português e não reescrever uma fic inteira de tão errada que está. Pensando nisso, nós resolvemos elaborar esse tutorial com as dúvidas mais comuns.

Palavras de grafia confusa

Quem aqui nunca parou para perguntar a um amigo ou a si mesmo se é para escrever mal ou mau, ou então ficou com uma sensação que aquele ‘agente’ não ficou muito bom no meio de uma frase. Essas e muitas outras dúvidas são dúvidas que surgem devido as chamadas ‘palavras de grafia confusa’. Abaixo, listaremos as mais comuns e as nem tão comuns assim com alguns exemplos para simplificar o seu esclarecimento.

? Por quê? Por que. Porquê. Porque. ?

A regra dos porquês é bem fácil se você prestar bastante atenção e entender cada um.

Por que

Use Por que:

• em frases interrogativas diretas e indiretas;
• quando significar PELO QUAL (flexões);
• quando significar POR QUE MOTIVO.

Ex¹: Por que você abriu a porta?
Ex²: Era a chance por que eu espereva.

Por quê?

Use Por quê:

• quando indicar POR QUE MOTIVO e somente no fim de frases interrogativas.

Ex¹: Ian, você se feriu por quê?
Ex²: Glória, você não aceitou o meu presente por quê?

Porque

É uma conjunção CASUAL ou EXPLICATIVA:

Ex¹: Ela viajou porque precisava ver sua mãe.
Ex²: Não fui ao cinema porque estava doente.

Porquê

É a forma substantivada ( = antecedida de artigo ‘o’ e ‘um’)

Ex¹: Quero saber o porquê da sua decisão.
Ex²: A professora quer um porquê para tudo isso.

? A fim/ Afim ?

Afim

Parente; afinidade.

Ex: São duas pessoas afins.

A fim

Com finalidade; para.

Ex: Estudou a fim de passar na prova.

? Acerca de/ Há cerca de/ (A) cerca de ?

Acerca de

Sobre; a respeito de.

Ex: Conversamos acerca de moda.

Há cerca de

Faz, existe(m), perto de.

Ex: Há cerca de cinquenta carros no estacionamente.

(A) cerca de

Distância; aproximado.

Ex: O navio estava (a) cerca de 500 metros do cais.

? Tampouco/ Tão pouco ?

Tampouco

E; nem.

Ex: Não estuda tampouco trabalha.

Tão pouco

Muito pouco.

Ex: Ele ganha tão pouco.

? Mal/ Mau ?

Mal

Contrário de BEM.

Ex¹: Mal cheguei, ele saiu.
Ex²: A comida lhe fez mal.

Mau

Adjetivo, contrário de BOM

Ex: Ele era um mau professor.

Dica: Sempre que tiver dúvida entre Mal e Mau, é só fazer o sequinte:

B
M A L
M

BLM: Lembra BEM. Então o contrário de BEM é MAL.

B
M A U
M

BUM: Lembra BOM. Então o contrário de BOM é MAU.

? Dia a dia/ Dia-a-dia ?

Dia a dia

Diariamente.

Ex: Dia a dia o povo brasileiro sofre.

Dia-a-dia

Ex: O dia-a-dia do policial não é fácil.

? Abaixo/ A baixo ?

Abaixo

Sob, embaixo, ao chão.

Ex: Fica no andar abaixo do ter.

A baixo

Até embaixo.

Ex: Olhou-me de alto a baixo.

? Há/ A

Faz, existe(m); tempo passado.

Ex¹: Não o vejo há dois anos.
Ex²: Nessa casa há muitos cômodos.

A

Para; tempo futuro; distância.

Ex¹: Daqui a três dias, iniciarei o trabalho.
Ex²: Estou aqui a serviço.

? Mas e Mais ?

Esse talvez seja o erro mais comum que cometemos, não por não saber, porque muitas vezes sabemos até a regra do mas e mais, mas por falta de atenção mesmo.

Mas

Conjunção adversativa, equivale a porém, contudo, entretanto.

Ex: Ela estudou para a prova, mas não passou.

Mais

Pronome ou advérbio de intensidade, opõe-se a menos.

Ex: A bolsa vermelha é a mais cara da loja.

? Onde/Aonde ?

Onde

Lugar em que se está ou que se passa algum fato.

Ex: Onde tocaremos essa noite?

Aonde

Indica movimento (refere-se a verbos de movimento).

Ex: Aonde você vai sábado?

? Demais/ De mais ?

Demais

• Advérbio de intensidade, sentido de “muito”;
• Pronome indefinido, sentido de “os outros”.

Ex¹: O burro falante do filme Shrek é engraçado demais.
Ex²: O papa rezava enquanto os demais dormiam.

De mais

Opõe-se a de menos.

Ex: Não vejo nada de mais em sua atitude.

? Senão/ Se não ?

Senão

Sentido de “caso contrário”, “a não ser”.

Ex: Obedeça senão ficará de castigo.

Se não

Sentido de “caso não”.

Ex: Se não chover vou à feira.

? Nenhum/ Nem um

Nenhum

Oposto de algum.

Ex: Nenhuma música da banda de Carlos fez sucesso.

Nem um

Equivale a nem sequer um.

Ex: Nem um prato ficará sujo, quanto mais três!

? A gente/ Agente ?

A gente

Nós; o povo, as pessoas.

Ex: A gente vai à praia esse final de semana.

Atenção: Apesar de ‘a gente’ significar nós, não existe ‘a gente vamos’ ‘a gente somos’. O correto é ‘a gente vai’ ‘a gente é’.

Agente

Indivíduo encarregado, responsável por determinada ação: aquele que age.

Ex¹: A agente Smith falhou na missão.
Ex²: Meu pai é agente de viagens da Air France.

? Meia/ Meio ?

Meia

Peça de vestuário; Metade; Adjetivo.

Ex¹: Minha meia nova é rosa.
Ex²: Mais meia hora e eu termino esse trabalho.

Meio

Mais ou menos; Advérbio.

Ex: Ela estava meio doente hoje.

? Houve/ Houveram ?

Houve

O verbo haver no sentido de existir é impessoal, ou seja, não tem sujeito e deve aparecer sempre na terceira pessoa do singular.

Ex¹: Houve problemas na empresa.
Ex²: Hão dificuldades devido à crise.

Sim, parece meio estranho, mas é o correto. Logo, Haverão, Houveram, Haviam estão totalmente errados.

? Obrigada/Obrigado ?

Obrigado concorda com a pessoa. Logo:

Ex¹: Obrigada, disse Paula.
Ex²: Obrigado pela atenção.

Esperamos que esse tutorial seja útil não só para escrever sua fanfic como também para usar no dia-a-dia. E lembre-se: uma fanfic com um português bom, além de atrair mais leitores, facilita bastante a betagem e isso significa sua fic sendo enviada para o site o quanto antes.

Fontes: Semântica: Palavras de grafia confusa, Mundo Educação, Mundo Vestibular.

Recomendamos:

Tutorial de Html
Como colocar comentários na fic
Como habilitar script
Como hospedar fotos
Como scriptar

Copyright © 2009-2017 Fanfic Obsession, All Rights Reserved.